Escrito por em 10/04/2019

Chá de limão emagrece mesmo?” Você já deve ter ouvido isso pelo menos uma vez, por isso o Remédio Caseiro preparou um artigo completo para explicar a verdade sobre esse tema, ensinar como preparar a bebida e ainda destacar quais os principais benefícios encontrados na fruta cítrica.

Existem diversos tipos de limão, todos eles pertencendo ao gênero citrus, que tiveram sua origem no sudeste asiático.

No entanto, todas as espécies possuem características semelhantes. Por exemplo, todas são de árvore perene e de porte pequeno e possuem muitos ramos e espinhos por toda a extensão.

Durante todo o ano os limoeiros dão flores, que resultam nos frutos de sabor cítrico e inúmeros usos, tanto culinários, quanto medicinais. Ao todo, existem quatro tipos de limão. O limão taiti, híbrido e o mais comum de ser encontrado no Brasil.

O limão-siciliano, considerado o verdadeiro, e ainda o limão-galego e o limão-cravo, que são bastante cultivados no interior do Brasil. Todos eles podem ser consumidos e trazem diversos benefícios para o organismo.

É verdade que chá de limão emagrece?

Devido as qualidades nutricionais o chá de limão pode favorecer a perda de peso. De acordo com a nutricionista Karla Maciel, isso acontece porque a fruta contém substâncias que promovem a redução de inflamação e oxidação das células.

Chá de limão

Essa fruta é rica em vitamina C e antioxidantes (Foto: depositphotos)

No entanto, a profissional destaca que existem poucas provas de que o chá de limão sozinho é eficaz nesse aspecto. Por isso, é sempre importante aliar o consumo da infusão com a prática de exercícios e uma alimentação saudável.

Esse auxilio pôde ser evidenciado durante um estudo feito em 2016. Segundo Maciel, os indivíduos que consumiram o chá de limão enquanto mantinham uma alimentação rica em legumes, verduras, grãos e frutas conseguiram perder peso e medidas.

Além disso, a vitamina C presente na fruta é considerada um fator essencial para a oxidação de gordura. O que faz com que ela seja eliminada com maior facilidade pelo organismo.

Por isso, é sempre importante não acreditar que a infusão tem efeitos milagrosos. Precisando então, ser acompanhada de uma mudança de hábitos e de alimentação, para que faça o efeito desejado.

Benefícios de consumir o chá

A nutricionista Karla Maciel informa que o limão possui diversos benefícios. Especialmente o chá, que une os nutrientes presentes tanto na casca, quanto na polpa da fruta e é ideal para quem busca uma vida mais saudável.

Entre os principais benefícios da bebida, Maciel destaca a presença de fitoquímicos e nutrientes como flavonoides, ácido cítrico, vitaminas e alguns minerais.

Todos eles, segundo a nutricionista, são absorvidos pelo organismo e fazem bem para a saúde.

Entre os principais benefícios encontrados no limão estão as suas capacidades:

  • Antioxidantes
  • Melhorar a digestão
  • Anti-inflamatórias
  • Antibacterianas
  • Reduzir o colesterol
  • Contém altos níveis de vitamina C
  • Auxilia na absorção de ferro
  • Fortalece o sistema imunológico.

Antioxidantes

A nutricionista informa que o limão tem importantes grupos de antioxidantes. Como os flavonoides, limonina e alguns ácidos que atuam na prevenção de lesões e do envelhecimento precoce das células.

Na prática, o consumo dessas substâncias ajudam a evitar diversas doenças e a degradação das células, que ocorre naturalmente devido ao estresse, má alimentação e também pelo envelhecimento do corpo. (1)

Melhorar a digestão

O chá de limão, principalmente quando adoçado com mel, é um ótimo tônico digestivo. Esse uso é feito há séculos na medicina tradicional asiática e a nutricionista Karla Maciel indica que ele seja tomado antes ou logo após as refeições.

Para este fim, o melhor é que a infusão seja feita com a casca, porque essa parte da fruta possui maiores concentrações de substâncias benéficas para o organismo.

Por causa desse efeito, o chá de limão também é bastante eficaz para o alívio de náuseas. Por acelerar a digestão, o alimento que está causando a sensação incômoda é eliminado mais rapidamente. (2)

Anti-inflamatórias

O limão também é um potente anti-inflamatório natural. Quando consumido, seja na forma de suco ou chá, ele ajuda a inibir a produção de substâncias causadoras de problemas inflamatórios e alivia as dores causadas pelo processo.

Parte disso está ligado aos componentes antioxidantes presentes na casca e na polpa da fruta, que também auxiliam na luta contra inflamações. Além disso, ele aumenta a resposta das células de defesa do organismo, que lutam e ajudam a eliminar o problema mais rapidamente.(3)

Antibacterianas

Substâncias presentes no óleo essencial extraído da casca do limão contém ação antibacteriana. Ou seja, elas ajudam a inibir a proliferação de diversos tipos de bactérias que podem causar sérios problemas de saúde.

Um dos tipos combatidos por elas é a salmonela, que pode causar infecções intestinais e é a principal causadora de úlceras estomacais. Por isso, a infusão feita com a fruta pode ajudar no tratamento de úlceras.

Então, pode ajudar a diminuir a inflamação e as dores causadas pelas feridas na parede do estômago. No entanto, a nutricionista Karla Maciel destaca que pessoas com casos mais graves de úlceras gástricas não devem consumir o limão, pois a acidez pode causar desconfortos. (3)

Reduzir o colesterol

Consumir o chá de limão diariamente também ajuda a diminuir os níveis de colesterol ruim no sangue. O colesterol alto é uma das principais causas de problemas cardíacos relacionados ao entupimento das artérias.

Com as doenças cardíacas sendo uma das principais causas de morte em todo o mundo, é necessário adotar hábitos que contribuam para a diminuição da gordura no sangue.

Entre esses hábitos está o de consumir o limão no dia a dia. Um estudo publicado em 2010 por pesquisadores do Paquistão indicou que a fruta, junto com uma dieta balanceada, ajudou a diminuir não apenas o colesterol, mas também os triglicerídeos e a gordura acumulada em tecidos. (4)

Contém altos níveis de vitamina C

O limão fornece altas quantidades de vitamina C, destaca Karla Maciel. De acordo com a profissional, essa vitamina tem parte essencial na produção de colágeno, substância que ajuda a dar elasticidade e firmeza para a pele.

Além disso, o colágeno age aumentando a resistência dos ossos, dentes e até mesmo dos vasos sanguíneos. Por também possuir ação antioxidante, o consumo de alimentos ricos nessa vitamina proporciona uma melhor saúde para os olhos e cérebro.

Desse modo, ajuda a prevenir diversas doenças relacionadas a essas áreas do corpo. Se tornando uma parte essencial da alimentação.

Auxilia na absorção de ferro

Por ser rico em vitamina C, o limão tem o poder de potencializar a absorção de ferro, principalmente o que é encontrado em vegetais verdes escuros, como as leguminosas, destaca Maciel.

Portanto, consumir limão diariamente, especialmente junto com as refeições aumenta a biodisponibilidade de ferro. Ou seja, a quantidade do mineral que o organismo pode absorver.

É preciso destacar ainda que a deficiência em ferro pode causar anemia, lentidão, falta de concentração e muita sonolência. Nas crianças, o problema causa problemas no crescimento e no desenvolvimento do cérebro.

Fortalece o sistema imunológico

Por fim, a nutricionista Karla Maciel destaca a importância do limão para o fortalecimento da imunidade. Isso acontece tanto pela presença das substâncias antioxidantes, quanto pela vitamina C.

Essa última, contribui para o aumento da produção dos glóbulos brancos e anticorpos, principais células de defesa do organismo. Fazendo assim com que o corpo fique mais forte e menos provável de contrair alguma doença, como gripes e resfriados.

Como preparar corretamente?

O preparo do chá de limão é bastante simples e não toma muito tempo. Maciel indica usar tanto a casca, quanto o suco, pois assim os efeitos são potencializados.

Além disso, a casca da fruta contém uma maior concentração de nutrientes e fitoquímicos benéficos para a saúde. Portanto, nada de jogar fora essa parte. Veja como preparar o chá de limão em casa.

Ingredientes

  • Casca de um limão
  • Suco da polpa de um limão
  • 1 xícara de água filtrada
  • Mel a gosto para adoçar

Modo de preparo

Em primeiro lugar, lave bem o limão para retirar qualquer impureza presente na casca. Logo depois, tire toda a casa, tentando ao máximo evitar a parte branca que é amarga. Após isso tire todo o sumo da fruta e reserve.

Leve a água ao fogo até levantar fervura, retire e adicione as cascas de limão. Tampar e deixar em infusão por cerca de 5 minutos. Por fim, adicione o suco e mel a gosto e está pronto.

Quando e como ele deve ser consumido?

O chá pode ser consumido ainda quente ou gelado. No entanto, não deve ficar na geladeira por muito tempo, para não perder as propriedades nutricionais.

A bebida gelada, além de refrescante, é a melhor opção para as náuseas, por não irritar a mucosa do estômago. Devendo ser tomado para acelerar a digestão.

A nutricionista ainda indica que ele seja tomado pouco tempo antes ou logo depois das refeições. Especialmente para potencializar a absorção de ferro e outros minerais.

Combinações possíveis com o limão

O limão pode ser combinado com diferentes ervas, especiarias e até mesmo frutas. Segundo a profissional em nutrição, essas combinações potencializam os efeitos positivos dos ingredientes usados no organismo e atuam perfeitamente junto com o limão.

Confira a seguir as melhores combinações com chá de limão para fazer em casa e obter todos os benefícios da fruta.

Chá de limão com gengibre

O gengibre é uma raiz que contém propriedades anti-inflamatórias e de aceleração do metabolismo. Por isso, quando combinado com o limão em uma infusão, é perfeito para quem quer perder peso.

Chá de limão com gengibre

Assim como o limão, o gengibre possui propriedades anti-inflamatórias (Foto: depositphotos)

Além disso, os dois ingredientes ajudam a fortalecer o sistema imunológico e são eficazes no tratamento e prevenção de gripes e resfriados.

Ingredientes

  • 2 xícaras de água
  • Casca e sumo e um limão
  • Meia colher de gengibre ralado ou em pó

Modo de preparo

Coloque a água para ferver. Enquanto isso lave, descasque e tire o sumo do limão. Quando levantar fervura, desligue o fogo e adicione a água, a casca do limão e o gengibre, que pode ser fresco ou em pó.

Tampe e deixe em infusão por 5 minutos. Logo depois, adicione o suco do limão, coe, se necessário adoce com mel e está pronto para ser bebido.

Chá de limão com Canela

A canela é outra substância que atua em conjunto com o limão no organismo, relata Maciel. Por isso, é uma combinação perfeita para o chá. Além disso, a canela possui diversos benefícios como ação anti-inflamatória, de proteger o coração e acelerar o metabolismo.

Chá de limão com canela

A canela também possui propriedades anti-inflamatórias (Foto: depositphotos)

Ingredientes

  • 1 xícara de água
  • Casca e suco de um limão
  • Uma canela em pau

Modo de preparo

Lave bem e depois descasque o limão, sem a parte branca, retire também o sumo e reserve. Leve a água ao fogo até ferver. Desligue e logo depois acrescente a casca do limão e a canela em pau.

Deixe a mistura em infusão por alguns minutos, coe e acrescente o suco de limão e adoce com mel, caso deseje.

A canela em pau é a melhor opção pois libera o sabor e os nutrientes gradativamente. Fazendo com que a bebida tenha um sabor mais suave. Contudo, você pode usar meia colher (de chá) de canela em pó, caso só tenha essa opção.

Chá de limão com hortelã

A hortelã é outro ingrediente que pode ser usado em conjunto com o limão. A erva tem propriedades de melhorar a digestão, atuar no alívio de problemas respiratórios e as náuseas.

Chá de limão com hortelã

Tomar esse chá antes ou depois do almoço ajuda a combater as náuseas (Foto: depositphotos)

Ingredientes

  • 1 xícara de água
  • Casca e sumo de um limão
  • 5 folhas de hortelã

Modo de preparo

Ferva a água e com o fogo apagado acrescente as cascas do limão. As cascas devem estar limpas e sem a parte branca, pois pode dar um sabor amargo. Acrescente também as folhas de hortelã e deixe a mistura em infusão por 5 minutos.

Passado esse tempo, coe e acrescente o suco de limão. Caso deseje, você pode adoçar a bebida com mel, que também traz benefícios para a saúde.

Cuidados e contraindicações

Mesmo sendo um produto natural, o chá de limão também possui algumas contraindicações e é necessário tomar certos cuidados ao consumi-lo.

O primeiro, de acordo com Maciel é a quantidade ingerida durante o dia. Ela destaca que é preciso ter em mente que o chá sozinho não faz milagre e não adianta tomar a bebida em grandes quantidades.

Por isso, o mais indicado é de uma a duas xícaras por dia. Além disso, ela alerta que pessoas que sofrem com gastrite e úlceras gástricas devem tomar cuidado ao consumir qualquer tipo de alimento ou bebida com sabor ácido.

Por isso, é necessário analisar qual é o grau da doença e sempre conversar com o seu médico para evitar piorar a situação. A boa notícia é que o chá de limão pode ser usado por grávidas, desde que com moderação.

A bebida, quando fria ou gelada ajuda a diminuir as náuseas que são comuns nos primeiros meses de gestação e ainda fortalece o sistema imunológico da futura mamãe.

*Artigo feito com a colaboração de Karla Maciel, nutricionista consultora da Naiak (CRN: 46500).

Referências

(1) TOMAR, Amita et al. “Pharmacological importance of citrus fruits“. International Journal of pharmaceutical sciences and research, v.4, n.1, p.156-160, [2012]. Disponível em: http://ijpsr.com/bft-article/pharmacological-importance-of-citrus-fruits/?view=fulltext. Acesso em 5 de abril de 2019.

(2) ARIAS, Beatriz Álvares; RAMÓN-LACA, Luis. “Pharmacological properties of citrus and their ancient and medieval uses in the Mediterranean region“. Disponível em:https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/15652281. Acesso em 5 de abril de 2019.

(3) GUALDANI, Roberta et al. “The Chemistry and Pharmacology of Citrus Limonoids“. Molecules, n.21, v.11, p.1530-1569, [2016]. Disponível em: https://doi.org/10.3390/molecules21111530. Acesso em 5 de abril de 2019.

(4) KHAN, Yasmin et al. “Evaluation of hypolipidemic effect of citrus lemon“. Journal of Basic and Applied Sciences, v.6, n.1,p.39-43, [2010]. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/261276322_Evaluation_of_hypolipidemic_effect_of_citrus_lemon. Acesso em 5 de abril de 2019.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista com formação completa no curso de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo (UniFavip-DeVry). Experiência prática de dois anos em produção jornalística para TV e rádio (Mtb-PE: 6770). Atualmente atua na área de redação para web, nas áreas de educação, beleza e saúde alternativa. Além da formação no curso superior, possui experiência em produção de vídeo, diagramação de livros e revistas e marketing.