Escrito por em 12/04/2019 (atualização: 04/06/2019)

O chá de ginseng tem ficado cada vez mais famoso devido a sua relação com a saúde. Por outro lado, muitas pessoas procuram esta bebida pelas suas supostas vantagens emagrecedoras.

Pensando nisso, este artigo vai mostrar para você se o chá de ginseng é realmente uma boa escolha na hora de perder peso.

Ginseng (Panax ginseng) é uma planta do gênero Panax que pode se dividir em várias espécies. Muito comum na Ásia, trata-se de uma erva medicinal rica em propriedades e substâncias que melhoram a saúde e previnem várias doenças. A parte mais utilizada são as suas raízes.

Existem várias plantas parecidas com o Ginseng original (Panax Ginseng), como o ginseng-japonês (Panax japonicus) e o xiyangshen (Panax quinquefolius).

Entretanto, apesar da variedade, as espécies são diferentes e possuem benefícios diferentes. Aqui você vai encontrar as informações sobre o ginseng comun: Panax ginseng.

Sendo assim, confira abaixo as principais informações sobre os benefícios saudáveis do chá de ginseng. Aprenda também a como preparar o chá e onde comprar!

Chá de ginseng para perda de peso: Mito ou verdade?

Verdade! O chá de ginseng é bastante indicado para a perda de peso. Estudos coreanos realizados em 2018 comprovaram através de pesquisas que o ginseng previne a obesidade e ajuda na perda de peso (1).

Chá de ginseng

Essa bebida acelera o metabolismo, ajudando a queimar as calorias (Foto: depositphotos)

Nos homens, o efeito pode ser ainda melhor, uma vez que o ginseng atua como um substituto da testosterona. Isso faz com que o corpo acelere o metabolismo e aumente a queima de calorias durante os exercícios físicos.

Mas, vale salientar, que o poder emagrecedor do chá de ginseng só vai se manifestar em pessoas que sigam uma dieta saudável e pouco calórica.

Além disso, o ginseng aumenta o gasto de gordura durante atividades físicas. Por isso, é importante realizar exercícios para emagrecer rápido usando o ginseng.

Os exercícios cardiovasculares são os mais indicados para perda de peso. Caminhada, corrida, dança, natação, aeróbica e ciclismo são alguns dos exemplos.

Outros benefícios deste chá

Além do benefício emagrecedor, o chá de ginseng pode trazer inúmeros outros benefícios para a saúde.

Desse modo, listamos aqui outros benefícios do chá de ginseng que já foram comprovados pela ciência e, portanto, são 100% verdadeiros. Confira:

  • Ajuda no tratamento da diabetes
  • Previne e combate o câncer
  • Faz bem para o cérebro
  • Combate infecções respiratórias
  • Protege a pele de diversas doenças
  • É anti-inflamatório.

Abaixo, veja um pouco mais sobre cada um dos benefícios listados. Vale ressaltar, novamente, que estes são benefícios comprovados pela ciência e medicina. Confira nossas referências científicas no final do artigo!

Ajuda no tratamento da diabetes

Estudos científicos confirmam que o chá de ginseng faz bem ao pacientes de diabetes 1 e 2 (2). Esse benefício é resultado da sua ação antioxidante, que ajuda não só a prevenir a doença, mas também combatê-la.

Previne e combate o câncer

O ginseng é rico em propriedades antioxidantes, que ajudam o corpo a se livrar dos radicais livres e, assim, prevenir e combater o câncer (2). Os radicais livres são substâncias malignas do nosso organismo que dificultam o ciclo de vida saudável das células.

A situação gerada pelos radicais livres pode gerar doenças como diabetes, câncer (dos mais variados tipos), envelhecimento precoce, Mal de Alzheimer, Doença de Parkinson e várias outras doenças degenerativas.

Sendo assim, se você quer se ver livre dessas doenças, inclua alimentos antioxidantes na sua dieta diária. Não é uma garantia de que essas doenças nunca vão aparecer, mas pelo menos você vai diminuir muito as chances delas surgirem em algum momento da sua vida.

Faz bem para o cérebro

Uma análise feita em laboratório, assim como pesquisas realizadas com humanos, apontou que o ginseng é uma planta capaz de melhorar o funcionamento do cérebro e combater a demência em idosos (2).

Além disso, o chá de ginseng também é associado ao bom funcionamento da memória e das respostas cognitivas. Sendo assim um ótimo chá para quem estuda, lê ou pratica esportes de agilidade.

Combate infecções respiratórias

Outro grande benefício do chá de ginseng é que ele ajuda no tratamento contra infecções respiratórias (2). Entre as suas propriedades medicinais, as pesquisas descobriram uma boa variedade de substâncias que combatem diretamente as infecções do trato respiratório.

Esse chá também é recomendado para pessoas que sofrem com asma ou dificuldade para respirar. Suas propriedades naturais ajudam a “higienizar” as vias respiratórias, o que previne várias doenças.

Protege a pele de diversas doenças

Um estudo revelou que o ginseng é rico em propriedades que fazem bem para a pele. Entre as descobertas científicas realizadas, os cientistas comprovaram a eficiência do ginseng na prevenção e combate do câncer de pele, dermatite, alopecia, feridas e perda de cabelo (3).

Além disso, o estudo ainda relaciona o uso do ginseng à prevenção do envelhecimento da pele devido à exposição ao sol. E, como se não bastasse, ainda é comprovada a teoria de que o chá de ginseng combate a hipersensibilidade ao frio.

Nesse caso, o chá traz benefícios à pele de duas formas: consumo ou aplicação na pele. Para os benefícios mais superficiais como feridas, dermatite, perda de cabelo e alopecia, o mais recomendado é usar o chá de ginseng como uma loção na pele.

É anti-inflamatório

Por fim, mas não menos importante, o chá de ginseng tem uma grande ação anti-inflamatória (4). Esse benefício é comprovado através de testes e pesquisas realizados nos Estados Unidos e na Ásia.

Sendo assim, o chá é um grande auxiliar no tratamento de doenças inflamatórias. Além disso, pode ser usado para mandar embora pequenas dores nas costas, ombros, lombar e articulações. Essas dores comuns muitas vezes são causadas por pequenas inflamações.

Como preparar o chá?

A receita do chá de ginseng é bem simples. Você vai precisar somente das raízes da planta e água filtrada.

No entanto, você também pode usar o ginseng em pó, se preferir. Siga as instruções abaixo para produzir o melhor chá de ginseng:

  1. Em uma panela pequena, aqueça o equivalente a 1 xícara de água filtrada
  2. Assim que ferver, adicione 1 colher de ginseng em pó (ou cerca de 2,5 gramas da raiz) e deixe em fogo baixo por 15 minutos
  3. Em seguida, desligue o fogo e coe
  4. Beba sem adoçar.

O açúcar, seja de qual for, vai inibir alguns benefícios medicinais do chá de ginseng. Por isso, é recomendado tomá-lo sem adoçar.

Por outro lado, se você quiser dar mais sabor, use algumas gotas de limão, laranja ou 1 colher pequena de mel de abelha natural.

Quantas vezes tomar o chá?

O chá de ginseng pode ser tomado todos os dias, mas não deve ser consumido em excesso. Sendo assim, uma ou duas xícaras do chá por dia são suficientes para trazer os benefícios da planta para o organismo humano.

Onde comprar ginseng?

O ginseng pode ser encontrado em lojas de produtos naturais, feiras livres e em supermercados. É possível também encontrar em forma de pó, cápsulas ou mesmo saquinhos de chá. O seu preço varia muito, dependendo da região e do tipo comprado.

Cuidados e contraindicações

Por fim, vamos mostrar que é preciso ter um pouco de cuidado na hora de usar o ginseng. Apesar dos muitos benefícios, se usado da forma errada, essa planta pode ser uma vilã para o seu corpo.

Por exemplo, não é uma bebida recomendada para pessoas com doenças cardíacas, mulheres grávidas ou lactantes, uma vez que acelera o metabolismo e pode, assim, trazer complicações.

Além disso, quando consumido em excesso, o chá de ginseng também pode causar alguns problemas como diarreia, insônia e aumento da pressão arterial. Por isso, tome sempre o indicado pelo o seu médico.

Referências científicas

  1. SHIN, S. S., YOON, M. Korean. “Red ginseng (Panax ginseng) inhibits obesity and improves lipid metabolism in high fatdiet-fed castrated mice“. 2018. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28844680. Acesso em 10 de abril de 2019.
  2. MANCUSO, C., SANTANGELO, R. “Panax ginseng and Panax quinquefolius: From pharmacology to toxicology“. 2017. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28698154. Acesso em 10 de abril de 2019.
  3. SABOURI-RAD, S., SABOURI-RAD, S., SAHEBKAR, A., TAYARANI-NAJARAN, Z. “Ginseng in Dermatology: A Review“. 2017. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27774902. Acesso em 10 de abril de 2019.
  4. KIEFER, D., PANTUSO, T. “Panax ginseng“. 2003. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/14596440. Acesso em 10 de abril de 2019.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.

Sobre o autor

Avatar
24 anos, é jornalista e produtor de conteúdo especializado. Atua com produção jornalística há 4 anos. Vencedor do prêmio de empreendedorismo digital “Academic Winner 2017”, promovido pela DeVry University na Califórnia, Estados Unidos. Tem no currículo trabalhos em emissoras de televisão, jornal impresso, revistas e internet. É pernambucano e tem como hobbies escrever, jogar videogames, cinema e estudos sociais.