Escrito por em 27/11/2018 (atualização: 28/11/2018)

O chá de canela de velho está cada vez mais em alta no mercado. Isso porque, o produto natural está sendo buscado pelas pessoas devido aos diferentes usos medicinais. Mas afinal, para que serve a infusão dessa planta?

De acordo com a nutricionista esportiva, Bruna Morais, canela de velho é uma excelente saída para quem possui problemas articulares. Porém, esse não é o único benefício dessa erva para a saúde.

Pensando em esclarecer as propriedades do chá de canela de velho, o Chá Benefícios separou sete usos medicinais dessa infusão. Além disso, nesse artigo você ainda pode conferir como fazer a bebida e quais são as contraindicações. Também fica por dentro dos efeitos colaterais causados por esse remédio caseiro.

Quais os benefícios de canela de velho?

  • Antioxidante
  • Anti-inflamatório
  • Anticlastogênico
  • Analgésico
  • Antitumoral
  • Hepatoprotetor
  • Tônico digestivo

1. Antioxidante

Segundo a nutricionista Bruna Morais, um dos principais benefícios dessa planta é a ação antioxidante. Com isso, ela acaba sendo benéfica na luta contra moléculas nocivas ao organismo.

Por isso, a planta “ajuda a combater os radicais livres e tem efeito detox no organismo ajudando a ‘limpar’. Isso faz com que órgãos como rins e fígado trabalhem melhor, acelerando o metabolismo e regulando a pressão arterial e glicose”, complementa a especialista.

2. Anti-inflamatório

Além de antioxidante, o chá de canela de velho também age como um anti-inflamatório. De acordo com o trabalho desenvolvido pela farmacêutico Fernando Henrique Oliveira, essa ação existe devido a dois ácidos encontrados na planta.

“Vasconcelos e colaboradores (2006) avaliaram a atividade anti-inflamatória do ácido ursólico (UA) e do ácido oleanólico (OA) compostos majoritários da Miconia Albicans [nome científico da erva] (Sw.)”, cita em monografia elaborada para a Universidade Federal de Sergipe (UFS). (1)

3. Anticlastogênico

Ainda segundo trabalho de Fernando Henrique Oliveira, canela de velho é uma planta com efeito anticlastogênico. Isso significa dizer que ela age contra a quebra de microssomos.

Além dessa planta, outras espécies presentes no Cerrado brasileiro também atuam dessa maneira. Todas elas pertencentes ao gênero Miconia, como: M.cabucu, M.rubiginosa, M. stenostachya. (1)

Veja também: Canela de velho: como tomar o chá

4. Analgésico

Um outro uso medicinal dessa planta como chá é para diminuir as dores. Por essa razão, canela de velho é conhecida como um analgésico natural.

“Ela é considerada um verdadeiro milagre para o combate de artrose, artrite, dores na coluna e nas articulações. Desse modo, é muito consumida por idosos e ex-pacientes de chikungunya”, informa a nutricionista Bruna Morais.

5. Antitumoral

Levando em consideração a literatura elaborada pela Iberoquímica, sobre os efeitos da canela de velho, a ação antitumoral é referente à presença de flavonoides na composição da planta. Isso porque, essa substância possui um efeito antioxidante, que reduz os radicais livres.

“[…] encontrado por pesquisadores do Departamento de Ciências Biológicas da
UNESP de Bauru na Miconia albicans. Também presente em alimentos como as frutas vermelhas e até mesmo no vinho, uma das principais funções dos flavonoides é prevenir ou retardar o desenvolvimento de alguns tipos de câncer.” (2)

6. Hepatoprotetor

Já a ação hepatoprotetora é um reflexo da presença do ácido ursólico. Como já mencionado anteriormente, essa substância pode ser encontrada em abundância na canela de velho.

” O estudo [feito na China] revelou que este ácido apresentou atividade hepatoprotetora, diminuindo a necrose de células parenquimatosas do fígado, fibrose, prevenção da cirrose crônica e intensificação da regeneração do fígado.” (3)

7. Tônico digestivo

Por fim, muitas pessoas costumam afirmar que a canela de velho é um excelente tônico digestivo. Portanto, a erva facilitaria o trânsito intestinal. No entanto, ainda não há fontes científicas e nem estudos que compravam essa eficácia por parte da planta. (4)

Chá de canela de velho emagrece?

Segundo a nutricionista, o chá de canela de velho pode auxiliar no emagrecimento. Isso porque a planta é antioxidante, promovendo um detox do corpo. Contudo, é importante tomar outras precauções no processo de perda de peso.

Folha da canela de velho

O chá dessa planta é muito consumido por idosos e ex-pacientes de chikungunya (Foto: Reprodução | Wikimedia Commons)

“Pra emagrecer de forma saudável, nada melhor que aliar um plano alimentar bem planejado, juntamente com exercício físico diário”, recomenda a especialista.

Como fazer o chá de canela de velho?

Quem deseja aproveitar todos os benefícios da canela de velho, deve fazer um chá com as folhas dessa planta. Para isso, a nutricionista indicou uma receita fácil e prática. Além disso, a profissional explica corretamente como usar a infusão e por quanto tempo deve se seguir o tratamento com essa bebida.

Veja também: Onde comprar chá de canela de velho? Saiba mais sobre essa planta

Ingredientes

– 1 colher (de sopa) bem cheia de canela de velho picada (ou 2 folhas inteiras da planta)
– 1 litro de água

Modo de preparo

Coloca-se a panela com água no fogo. Após começar a ferver, adiciona-se a planta. Nesse momento, é importante deixar a mistura ferver por 2 minutos.

Em seguida, desliga-se o fogo e tampa a panela. Agora, aguarda aproximadamente 10 minutos para que a bebida fique finalmente pronta. Por fim, é só coar e beber morno. E claro, não é recomendado adicionar açúcar.

Como consumir o chá

“O uso regular dessa bebida para o tratamento corresponde a uma xícara do chá duas vezes ao dia por um mês. A primeira xícara após o café da manhã e a segunda xícara após o jantar”, ensina Bruna.

Contraindicações e efeitos colaterais

Assim como todos os remédios, sejam eles naturais ou não, a canela de velho também possui contraindicações e efeitos colaterais. Antes de mais nada, é preciso esclarecer que o chá não deve substituir nenhuma recomendação médica.

Nesse caso, é importante se consultar com um médico ou nutricionista, dependendo da necessidade de cada paciente. Além disso, crianças, grávidas e lactantes devem evitar essa infusão antes de falar com o especialista.

Além das contraindicações, os pacientes também devem estar atentos aos efeitos colaterais. Isso porque, a canela de velho e todos os produtos feitos a partir dessa planta podem conter uma alta concentração de alumínio e segundo Bruna Morais isso pode ser prejudicial à saúde.

“Ultrapassar essa quantidade com frequência afetaria principalmente o sistema digestório. Em excesso, os benditos fitoquímicos também podem gerar lesões nas células do fígado, prejudicando seu funcionamento”, alerta a nutricionista.

Veja tambémCanela de velho: ‘poderosa’ planta contra a artrose

Por tudo isso, é necessário ficar atento ao consumo desse chá. Mesmo sabendo para que serve o chá de canela de velho e quais são os usos medicinais dessa bebida.

*Artigo feito com a colaboração da nutricionista esportiva Bruna Morais (CRN6- 19147/PE).