Escrito por em 07/12/2016

Devido as suas características ornamentais, a cana do brejo é uma planta amplamente usada na concepção de jardins. Porém, o que poucas pessoas sabem é que a planta também possui propriedades medicinais aplicadas na resolução de problemas de saúde nos humanos.

Em relação as suas características, a cana do brejo é uma erva perene, não ramificada, que pode chegar a medir dois metros de altura. Ela pode ser encontrada em florestas costeiras úmidas, assim como a Mata Atlântica e na região Amazônica. Sua origem é identificada como sendo da América do Sul e Caribe.

Além de cana do brejo, a planta também pode ser conhecida por outros nomes, dependendo da região onde é encontrada. Entre os mais comuns estão: cana branca, cana do mato, cana de macaco, cana roxa, jacuacanga, paco catinga, paco caatinga, periná e ubacaiá.

Trate DST`s com chá de cana do brejo

Foto: Reprodução/Wikimedia Commons

Propriedades medicinais

A cana do brejo possui ação diurética e depurativa, podendo ser utilizada no tratamento de problemas renais, inflamações e para resolver casos de cistite. A planta é indicada para casos de doenças venéreas, como é o caso da sífilis, distúrbios menstruais, leucorreia e gonorreia.

Outra recomendação para o uso da cana do brejo é na prevenção da arteriosclerose, classificada como sendo uma doença degenerativa que pode ter consequências bastante graves. Ela também age no tratamento de hidropisia e blenorragia, bem como de anemia, hérnias e febre.

Quando combinada com dietas balanceadas e a prática de exercícios físicos, a utilização da cana do brejo também auxilia no processo de emagrecimento, devido a sua ação diurética.

Chá de cana do brejo

Para dispor de todos os benefícios da planta para a saúde, basta ligar sua utilização ao chá. O preparo é bem simples e a indicação, mediante consulta médica, pode chegar a até três xícaras durante o dia. Anote os ingredientes: uma colher de sopa da cana do brejo e meio litro de água.

O preparo começa levando um recipiente ao fogo com a água. Assim que ela começar a apresentar os primeiros sinais de fervura, adicione a erva e deixe ferver por cerca de cinco minutos. Passado esse tempo, desligue o fogo e deixe o chá descansar por 10 minutos no mesmo recipiente com tampa. Depois é só coar e ingerir nas doses recomendadas.

Precauções

Antes de fazer uso da planta para auxiliar em algum tratamento, é importante que o médico seja consultado. Só ele tem a aptidão de inserir o consumo da erva com propósitos clínicos. A ingestão em excesso pode acarretar no aparecimento de alguns problemas de saúde. Mulheres gestantes ou em período de lactação não devem consumir o chá da cana do brejo, a menos que ele seja prescrito pelo médico.