Escrito por em 28/03/2017 (atualização: 13/04/2018)

Gomphrena globosa é o nome científico para a planta perpétua roxa. Assim como outras ervas, esta também é capaz de ajudar no tratamento de algumas doenças que acometem o organismo humano.

Para usá-la da maneira correta, é necessário saber quais são os efeitos benéficos da perpétua roxa e quais as recomendações gerais sobre o seu uso. Confira:

Propriedades e benefícios desta planta

Por ser expectorante, a perpétua roxa é indicada no tratamento de quem possui problemas respiratórios como gripes, tosse, bronquite, asmas etc. Mas, além desta propriedade, a planta também carrega consigo a ação anti-inflamatória, sendo capaz de tratar dores na garganta, na cabeça e a rouquidão.

Tá com a garganta doendo? O chá de perpétua roxa alivia

Foto: depositphotos

A planta ainda atua como calmante, reduz o colesterol ruim e evita o cancro.  Além disso, a erva é considerada antioxidante, pois é capaz de combater os radicais livres, agentes que tentam oxidar as células, provocando envelhecimento precoce.

Como usar a perpétua roxa?

Para fazer o chá de perpétua roxa, é necessário colocar um litro de água filtrada no fogo junto com quatro flores desta planta. Deixe no fogo até ferver, depois tampe o recipiente e espere cinco minutos a infusão ficar pronta.

Quem deseja beber este líquido para melhorar dos problemas de garganta ou de outras doenças do sistema respiratório, precisa fazer uso do chá ainda quente. Além disso, vale ressaltar que a quantidade desta bebida diariamente deve ser de, no máximo, três xícaras.

Contraindicações deste chá

A bebida feita com a perpétua roxa não é indicada para grávidas, mulheres que estejam no período de amamentação ou crianças menores de 12 anos. Isto porque, em todas estas situações o organismo dos pacientes está passando por transformações e estão sensíveis a diversas substâncias, inclusive as que estão presentes nesta planta.

No entanto, de uma maneira geral, as pessoas não devem fazer uso de medicamentos, sejam eles naturais ou não, sem a recomendação de um médico especialista. Muitos sintomas são comuns em diversas doenças, sem um diagnóstico preciso é capaz do organismo não atender corretamente ao tratamento e o quadro clínico do paciente ficar mais grave.

Veja também:

5 chás para combater gripes e resfriados