Escrito por em 01/03/2018 (atualização: 23/09/2018)

Os chás são maravilhosos aliados para quem deseja ter uma vida saudável e mais leve. As bebidas feitas com ervas naturais ainda contribuem para as principais precauções que devem ser tomadas por mulheres entre os 40 e 50 anos de idade.

Conheça algumas ervas que fortalecem o sistema imunológico e ajudam a prevenir algumas doenças e sintomas que costumam surgir na terceira idade, principalmente no público feminino.

As bebidas naturais fazem muito bem para à saúde, mas não devem substituir nenhum tratamento solicitado por um especialista da área.

Chás para mulheres de 40 a 50 anos

Chá de cavalinha

Um dos chás indicados para as mulheres entre 40 e 50 é o de cavalinha

Esse chá contribui para o aumento da densidade mineral dos ossos (Foto: depositphotos)

Segundo a nutricionista Patricia Davidson Haiat, o chá de cavalinha é um ótimo aliado da saúde de mulheres com mais de 40 anos.

Isso porque a cavalinha possui um excelente efeito diurético, combate a flacidez, acelera o metabolismo, tem ação antioxidante, é anti-inflamatória e antimicrobiana.

Além disso, esse chá melhora a memória e a cognição, contribui para o aumento da densidade mineral dos ossos, especialmente na fase da pré-menopausa e ainda fortalece o sistema imunológico.

Veja também: Aprenda a fazer um chá para combater a menopausa, insônia e irritabilidade

Chá de lótus

Um dos benefícios do chá da flor de lótus é a diminuição dos suores provocados pela menopausa

O chá da flor de lótus possui importantes nutrientes para a terceira idade (Foto: depositphotos)

A nutricionista também conta que a flor de lótus é fonte de cálcio, potássio, zinco, óleos essenciais, proteínas, sais, tanino, nelumbina, betacaroteno e magnésio, importantes nutrientes para a terceira idade.

O chá de lótus também ajuda a tratar diversos problemas respiratórios, como enfisema pulmonar, gripe, catarro no pulmão, tosse, pneumonia, entre outros.

A bebida também serve para prevenir o sangramento do útero fora da época e suores provocados pela menopausa.

O lótus ainda é considerado afrodisíaco, rejuvenescedor e ajuda a regular a frequência cardíaca e pressão arterial.

Chá de erva cidreira

O chá de erva cidreira promove bem-estar e tranquilidade

Esse chá diminui a ansiedade e regula o sono (Foto: depositphotos)

A profissional também indica o chá de erva cidreira, pois ele ajuda a regular o sono, aliviar dores de cabeça, previne distúrbios renais, controla problemas respiratórios, melhora a condição de gases e promove bem-estar e tranquilidade.

O chá de erva cidreira ajuda a melhorar a função cognitiva de portadores de Alzheimer, estimulando a memória e diminuindo a ansiedade dos pacientes.

Chá de centella-asiática

O chá de centelha asiática previne as rugas, sendo ideal para essa fase das mulheres

Esse chá combate as temidas varizes (Foto: depositphotos)

A centella asiática ajuda a normalizar a circulação, age como vasodilatador, calmante, alivia câimbras,  refrescante, anticelulítico e ainda previne as rugas, estimulando a produção de colágeno.

A bebida também possui efeito diurético, trata dermatoses e eczemas, combate doenças reumatológicas, varizes, rachaduras na pele, gordura localizada e dores nas pernas.

Veja também: Chás para minimizar os efeitos da menopausa

Chá verde

Uma das vantagens do chá verde é combater o sobrepeso

Esse chá melhora o humor e auxilia na digestão (Foto: depositphotos)

O chá verde é uma ótima opção natural para combater doenças cardiovasculares, reduz o colesterol e combate o excesso de peso.

A erva ainda ajuda a melhorar o humor, melhora a digestão e também afasta doenças relacionadas ao declínio da mente, como Alzheimer.

Outros cuidados com a terceira idade

Uso do filtro solar

O filtro solar é um item indispensável em todas as idades, mas ele é algo ainda mais necessário nessa faixa etária, pois a pele encontra-se mais sujeita às rugas e manchas.

Alimentos com ômega-3

O ômega-3 ajuda a reduzir o risco de arritmia cardíaca e de Acidente Vascular Cerebral (AVC) e ainda regula problemas de pressão alta. O óleo pode ser encontrado em salmão, atum, sashimi e sardinha.

Pratique exercícios físicos

Os exercícios físicos ajudam a controlar os sintomas naturais da menopausa, fortalecem os ossos, beneficiam o sistema circulatório e evitam o acúmulo de gordura.

Veja também: Chá de tribulus terrestris para minimizar os efeitos da andropausa

Hidrate-se

A menopausa costuma causar um grande ressecamento na pele. Para evitar o problema invista na hidratação; tanto de dentro para fora, como de fora para dentro.
Procure beber dois litros de água por dia e ainda invista em óleos naturais e cremes específicos para a pele que ajudam a manter a hidratação da derme.