Publicado por Redação

Na hora de preparar um chá, certamente você já deve ter se confundido entre duas formas: infusão e decocção.

Além do mais, na sua cabeça também deve ter surgido o questionamento sobre qual das duas formas de preparo é a melhor. Ou também quanto a que mais preserva as propriedades das plantas e ervas utilizadas.

Pois bem, para solucionar essas e outras dúvidas, basta acompanhar este texto.

Na hora de preparar um chá, é preciso seguir todas as formas indicativas de preparo. Deve-se atentar-se para dosagem, tempo de fogo, descaso, entre outras.

Isso vai garantir que a bebida preserve todo o sabor e propriedades benéficas para a saúde. No modo de preparo, algumas receitas fazem a diferenciação entre infusão e decocção.

Veja também Quanto tempo depois de feito um chá conserva os seus benefícios?

Algumas receitas fazem a diferenciação entre infusão e decocção

Optar por decocção ou infusão vai depender do tipo de erva que você vai usar no chá (Foto: depositphotos)

A diferença entre decocção e infusão

Decocção

A decocção é conhecida como sendo o processo que envolve a fervura das partes usadas da planta junto com a água por alguns minutos.

Aplica-se essa técnica aos chás que usam cascas, pedaços do caule ou raízes. Isso se deve porque são mais duras e precisam de um método mais rigoroso para extrair os compostos.

Cada uma das plantas, entretanto, tem um modo de preparo específico que deve ser seguido.

Infusão

o processo de infusão é quando o preparo do chá é feito com a água fervente. Ou seja, primeiro ferve-se a água e em seguida coloca-se a planta em um recipiente e a joga por cima, quando ela está ainda quente.

É necessário tampar e deixar a mistura descansar por alguns minutos. Depois disso, é aconselhado o uso de uma peneira para remover toda a erva restante.

Esse modo de preparo é bastante comum para chás que usam folhas, flores e frutos moídos.

Veja também Como deixar o chá verde mais gostoso

Conclusão: Qual o melhor processo, infusão ou decocção?

Por tudo que foi apresentado até agora, a eficiência do chá na maneira com que é preparado vai depender do tipo de ingrediente que está sendo usado.

Como foi claramente explicado anteriormente, para cascas, pedaços do caule ou raízes, a decocção é mais eficaz. Já para folhas, flores e frutos moídos, a infusão resolve.

Vale levar em consideração que essas duas formas de preparo garantem que todas as propriedades e benefícios do ingrediente utilizado não sejam perdidos.

Veja mais!