Escrito por em 27/06/2016 (atualização: 13/01/2020)

Usados com foco no combate a gordura localizada, os produtos injetáveis a base de chá verde podem representar um veneno para saúde. Tanto que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu o comércio, distribuição, manipulação e a divulgação de produtos dessa natureza no Brasil. A decisão passou a valer no ano de 2012. Desde então, a fabricação está proibida.

A decisão foi tomada com base na falta de estudos que comprovem a segurança e a eficácia da aplicação de formulações subcutâneas contendo o chá-verde como principal agente ativo. Além dele, a Anvisa proibiu o uso de outros extratos vegetais, isolados ou em associação. De acordo com o órgão regulador, a suspensão dura o tempo necessário para a regularização dos produtos junto à agência.

Vale ressaltar que a proibição pelo uso do chá verde vale apenas para as substâncias injetáveis, já que, não há qualquer vedação ao uso e venda de medicamentos fitoterápicos de via oral que contenham chá verde e possuam registro no órgão regulador.

A motivação

De acordo com resolução publicada no Diário Oficial da União, a medida que resultou na proibição foi tomada após a identificação de propagandas na internet de tratamentos estéticos para emagrecimento e combate a gordura localizada. Nesses tratamentos era sugerido o uso de formulações injetáveis contendo chá verde isolado ou associado a outras substâncias.

Produtos injetáveis à base de chá verde podem ser nocivos à saúde

Foto: Depositphotos

Riscos à saúde

De acordo com especialistas, o uso de substâncias injetáveis, não só o chá verde, requer muita atenção por parte das pessoas. Isso porque, qualquer produto com características tóxicas ou que cause processo infeccioso, mesmo em menor quantidade, pode ser muito mais perigoso quando injetável. Seu uso pode desencadear uma séria de reações a uma pessoa, principalmente se ela tiver alergia a uma das substância usadas na composição.

Por isso, vale o alerta: antes de tomar qualquer tipo de medicamente, mesmo que natural, procure orientação médica. Além de esclarecer sobre os benefícios e necessidades para o seu organismo, ele vai poder receitar a dosagem ideal para que a sua saúde não seja prejudicada.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.

Sobre o autor

Avatar
Formado em Jornalismo pela UniFavip | Wyden. Já trabalhou como repórter e editor de conteúdo em um site de notícias de Caruaru e em três revistas da região. No Jornal Extra de Pernambuco e Vanguarda de Caruaru exerceu a função de repórter nas editorias de Economia, Cidades, Cultura, Regional e Política. Hoje é assessor de imprensa do Shopping Difusora de Caruaru-PE, Seja Digital (entidade responsável pelo desligamento do sinal analógico no Brasil), editor da revista Total (com circulação em Pernambuco) e redator web do Chá Benefícios.