Escrito por em 08/06/2018

Você sabe para que serve o chá de mata campo? Nesse texto você vai conferir quais são os benefícios dessa bebida, quais doenças consegue evitar e quais consegue tratar. Aproveite e veja como preparar esse chá. Acompanhe a seguir!

O mata campo é uma planta que pertence à família das Asteraceae. Trata-se de uma espécie conhecida por suas propriedades medicinais, que são bastante utilizadas para solucionar problemas relacionados a respiração, dor, além de ter efeito fortificante. Na cultura medicamentosa, toda a planta pode ser utilizada.

Dependendo do local onde é encontrado, o mata campo pode ser conhecido também por urtiga-d-brasil, já que a erva é encontrada com abundância no Brasil. Antes de incluí-la no processo de tratamento de qualquer que seja a doença, a indicação é que o médico seja consultado.

O chá de mata campo serve para evitar o tétano e a gangrena

As flores dessa planta são usadas para curar tosse, gripes e bronquites (Foto: Reprodução | Wikimedia Commons)

Essa atitude vai proteger ainda mais o paciente, evitando que ele seja acometido por outras complicações mais sérias, que podem ser ocasionadas pela reação que as substâncias podem apresentar no organismo humano. Ainda mais se o paciente já é portador de alguma outra doença mais grave.

Para que serve o mata campo?

Na medicina natural, a planta pode ser usada no processo de tratamento e cura de algumas enfermidades. Entre as principais, destaque para afecção uterina, apostema, bronquite, contusão, gripe pulmonar, hemorroida, pontada e dor no peito e nas costas, tosse rebelde e urina presa.

Veja também: Receitas de chás para tratar dor no peito

O mata campo também apresenta eficácia comprovada contra arranhões de espinhos, pregos, arames farpados e arames comuns, prevenindo o tétano e gangrena. No âmbito do cuidado pessoal e beleza, a planta pode ser usada como ingrediente para realizar limpeza de pele.

Como preparar chá de mata campo

Uma das formas mais comuns de utilizar a planta nos tratamento de saúde é através do preparo do chá.

Para tanto, você vai precisar de um litro de água filtrada e 15 gramas de folhas secas da planta. Coloque a água para ferver em um recipiente com tampa. Assim, que começar a borbulhar, acrescente a erva e desligue o fogo.

Veja também: Conheça o chá natural que serve como antibiótico

Conserve o recipiente tampado por cerca de 10 minutos. Isso vai ajudar no processo de infusão da erva. Passado esse tempo, basta usar uma peneira para retirar toda a erva e a bebida estará pronta para ser ingerida. A indicação é que o consumo não ultrapasse as três xícaras diárias.

Lembrando que a infusão pode ser preparada não só com as folhas, as flores e a raiz também podem ser utilizadas.

Porém, cada uma dessas partes possui uma atuação específica. As folhas são usadas para combater os problemas de gripe pulmonar, tosse rebelde, bronquite e contusão. Já as flores, são usadas para curar tosse, gripes, bronquites, fortificar o organismo e realizar a limpeza de pele.