Escrito por em 22/05/2017

O papo de peru, de nome científico Aristolochia clematitis, é uma planta da família das Aristolochiaceae, sendo também popularmente conhecida como mil-homens, jarrinha, raiz-de-cobra e outras denominações. Trata-se de uma planta trepadeira vigorosa, com flores não convencionais, casca espessa e caule volúvel, lenhoso e ramificado.

De rápido crescimento, a espécie é indicada para cobrir cercas, caramanchões, treliças, arcos e telas, entre outros suportes. Além disso, o papo de peru é conhecido graças às suas propriedades medicinais.

Propriedades e benefícios

Os princípios ativos do papo de peru incluem óleo essencial, ácido aristolóquico, taninos, pigmentos e aristoloquina.

Para os dias estressante, chá de papo de peru. Ele acalma

Foto: Reprodução/Wikimedia Commons

Dentre as propriedades medicinais da planta estão a sua ação relaxante, calmante (atuando em dores cardíacas, gástricas, intestinais ou respiratórias), diaforética, emenagoga, febrífuga, oxitócica e estimulante.

O papo de peru é indicado para tratar uma série de condições de saúde, incluindo chagas, asma, febre, diarreia, eczemas, erupções cutâneas, feridas, dores, indigestão, problemas menstruais, cãibras, trombose, picada de cobra e úlceras na perna.

Chá de papo de peru: Como preparar?

Algumas literaturas recomendam o uso oral do papo de peru, no entanto, é preciso ressaltar que a planta é muito tóxica. O ácido aristolóquico é um princípio ativo de algumas das espécies e pode paralisar os rins. O chá deve ser utilizado apenas sob orientação médica.

A erva pode ser encontrada em casas de produtos naturais. Para preparar o chá, basta colocar duas colheres de sopa da planta em um litro de água fervente. Deixe ferver por 10 minutos. Para uso externo, o chá é indicado para lavar feridas e pode amenizar dores.

Contraindicações e cuidados

Como já foi dito, o papo de peru é considerada uma planta tóxica. Por esse motivo, deve ser utilizado com muito cuidado e apenas sob orientação médica. As contraindicações e malefícios desta planta são:

– Jamais deve ser usada durante a gravidez, devido ao efeito abortivo;
– Aumenta o fluxo de sangue durante a menstruação;
– O papo de peru é contraindicado para indivíduos com problemas no fígado ou pressão alta;
– Pode provocar diarreia, hemorragias internas e lesões renais e hepáticas irreversíveis.