Escrito por em 15/12/2016 (atualização: 01/12/2016)

O cipó chumbo é uma planta que também leva os nomes de erva de chumbo, cipó de chumbo, cipó dourado, fios de ouro, anó peipa, fios de ovos, aletria, aletria de pau, cuscuta, espaguete, tinge ovos, xirimbeira e awó pupa.

A bebida da planta possui propriedades medicinais que servem como antidiarreico, cicatrizante, laxante, facilita a transferência de bílis contida na vesícula biliar para o duodeno, é balsâmico, adstringente, detergente natural e expectorante.

Além disso, o consumo da planta também facilita a digestão, combate a blenorragia, é antiulcerogênico,  eficaz e contra inflamações, emoliente, combate o mal estar do estômago, é hepática, purgativa branda, diurético natural e susta as hemorragias.

O poder cicatrizante do chá de cipó chumbo

Foto: depositphotos

O chá de cipó chumbo é indicado para quem sofre úlceras, disfunções gástricas, problemas na vesícula biliar, hemorragias bronco pulmonares, afecções da garganta, amigdalite, doenças respiratórias, congestões pulmonares, bronquite, asma, tosse e catarro com sangue, edemas e abscessos internos.

Ainda é indicado para combater cólicas hepáticas,  hemoptises, constipação, angina, icterícia e diarreia hemorrágicas.

A planta também pode ser utilizada de maneira externa, em decôcto, como ingrediente para gargarejos e feridas, servindo com um excelente cicatrizante. O cipo chumbo é indicado para quem sofre com furúnculos, abcessos externos irritações e queimaduras leves na pele.

Chá de cipó chumbo

Ingredientes

  • 200 ml de água;
  • 1 colher (de café) de caule de cipó chumbo.

Modo de preparo

Coloque a água para ferver e acrescente a colher de caule de cipó chumbo. Quando a bebida estiver fervida, desligue o fogo e abafe o recipiente por alguns minutos. Depois coe o chá e beba. Procure ingerir no período noturno.

Contraindicações

Pessoas que possuem problemas na coagulação sanguínea devem evitar o excesso da bebida. O mais indicado é consumir o chá com acompanhamento médico para evitar maiores problemas.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.

Sobre o autor

Avatar
Formada em Jornalismo pela Unicap, pós-graduada em Comunicação Empresarial e Mídias Digitais pela Devry, fez intercâmbio na ETC School, em Bournemouth (UK) e tem experiência nas áreas de assessoria de comunicação, produção de vídeo e foto e redação.