Publicado por Redação

Comumente identificada entre as praças e avenidas das cidades, o ipê amarelo é uma planta que pertence à família das bignoniaceae. Além do efeito embelezador, a árvore possui algumas propriedades naturais que podem ser exploradas pelo ser humano para a resolução de alguns problemas de saúde.

Trata-se de uma árvore frondosa, que pode chegar a 20 metros de altura. Possui casca lisa ou rugosa, dependendo da variação da espécie. As folhas apresentam folíolos digitiformes com pelos estrelados curtos, já as flores têm o cálice piloso, na cor vermelha e amarela e os frutos estão dispostos em cápsulas alongadas.

Existem algumas espécies de ipês amarelos identificadas. As mais comuns são: Tabebuia caraíba, vellozoi e a longiflora, sendo que caraíba é mais encontrada nos cerrados. A origem dessa espécie está fincada na América tropical, mais precisamente do México até a Argentina. Porém, no Brasil ela é encontrada com mais ênfase.

O chá de ipê amarelo trata feridas infectadas, pruridos e coceiras

Essa árvore frondosa também oferece benefícios para a saúde (Foto: depositphotos)

Propriedades do ipê amarelo

Na medicina natural as partes do ipê amarelo que podem ser usadas nos tratamentos curativos são: a casca, entrecasca, folhas, ramos jovens e a flor. Isso porque a planta está dotada de efeito analgésico, antibacteriano, antifúngico, antimicrobiano, anti-inflamatório, antimutagênico, antileucêmico, antineoplástico, antiviral, citotóximo e imunoestimulante.

Sendo assim, ela pode ser usada no tratamento de feridas infectadas, pruridos, coceiras, inflamações da gengiva e da garganta. Além do mais, há relatos de utilização da espécie como antitumoral, pelo efeito analgésico, e cosmético, no tratamento de celulite, dermatoses e eczemas.

Veja também: Chá de ipê roxo – Benefícios e propriedades

Chá de ipê amarelo

Dependendo da parte da planta que é utilizada no preparo do chá, tem-se o melhor tratamento. Para alcançar os efeitos depurativo do sangue, pruridos e eczemas, combate ao reumatismo, inchaço dos pés e antitumoral, a solução mais indicada é recorrer ao preparo do chá do pó da planta.

Para isso, use 200 ml de água filtrada e uma colher (de chá) de pó da madeira da ipê amarelo. Coloque a água para ferver, em seguida, quando ela atingir o ponto de ebulição, coloque o pó da madeira e desligue o fogo. Deixe o chá descansar por 10 minutos, com o recipiente tampado.

Veja também: Infusão ou decocção? Qual a melhor maneira de preparar um chá?

Passado esse tempo, basta usar uma peneira para separar o líquido e o chá estará pronto para ser ingerido. A recomendação é que, durante um dia, sejam ingeridas até duas xícaras da bebida.

Veja mais!