Escrito por em 24/02/2017 (atualização: 14/03/2017)

De nome científico Rudbeckia hirta, a margarida amarela é uma planta da família das Asteraceae, sendo também conhecida como rudbéquia, bem-me-quer e mal-me-quer.

Trata-se de uma herbácea bianual, normalmente cultivada como anual, e pode atingir até 1 metro de altura. Esta é muito vistosa e florífera, recomendada para grandes maciços em gramados bem cuidados.

Assim como outras plantas, a margarida amarela também apresenta propriedades medicinais, no entanto, deve ser utilizada apenas sob orientação médica. Neste artigo, conheça as propriedades e benefícios do chá de margarida amarela.

Características da margarida amarela

 Infecções por fungos e bactérias são combatidas com o chá de margarida amarela

Foto: Reprodução/Wikimedia Commons

Nas épocas de primavera e verão, a margarida amarela produz inflorescências de coloração amarelo ouro a ocre. As suas folhas possuem bordas serrilhadas e ásperas; as flores são grandes e exuberantes. Esta planta deve ser cultivada em canteiros bem adubados e com exposição solar.

A margarida amarela é indicada para as regiões de altitude do centro-oeste e do sul do Brasil, uma vez que aprecia baixas temperaturas. A sua multiplicação dá-se por sementes.

Propriedades e benefícios

Dentre as propriedades medicinais da margarida amarela estão a sua ação antibacteriana, antifúngica e tônica. As partes utilizadas desta planta são as suas flores, raízes e folhas. Graças às suas propriedades, o chá de margarida amarela pode ser útil no tratamento de infecções por fungos e bactérias.

Chá de margarida amarela: como preparar?

As folhas e flores são utilizadas no preparo de um chá que pode proporcionar a sensação de bem-estar e combater infecções por fungos e bactérias.

Para preparar o chá, basta ferver um punhado de folhas e flores da planta em uma xícara de água. É importante ressaltar que o chá deve ser utilizado apenas sob orientação de um especialista. Lembre-se sempre que as plantas também podem ser perigosas!

Contraindicações e cuidados

O chá de margarida amarela é contraindicado para pessoas sensíveis às plantas da família Asteraceae. Além disso, esta planta pode ser tóxica para animais. O manejo da margarida amarela pode causar dermatite de contato. Sempre consulte um médico antes de iniciar quaisquer tratamentos, naturais ou não.