Escrito por em 23/01/2017

A estévia, de nome científico Stevia rebaudiana, é uma planta pertencente à família das Asteraceae, sendo também conhecida como estévia-de-brasília, estévia-do-canadá e Caá-eé.

Tornou-se bastante popular quando um adoçante oriundo de suas folhas passou a ser empregado, em forma de um extrato em pó, nos países da América do Sul. A estévia já era utilizada pelos índios guaranis, com a finalidade de adoçar remédios e erva-mate.

Características da estévia de Brasília

A estévia de Brasília é uma planta bastante ramificada, que pode atingir de 40 cm a 1,20 metros de altura. Apresenta folhas pilosas e serradas, que podem ser cortadas após 3 a 5 meses do plantio. A inflorescência forma pequenos capítulos florais, sendo que cada um deles apresenta cinco flores brancas.

Estévia de Brasília: seu chá é indicado para aliviar a fadiga e tratar depressão

Foto: depositphotos

Existem cerca de 150 espécies desta planta, porém, apenas a stevia rebaudiana possui o poder adoçante. A partir da década de 70, a planta tornou-se um sucedâneo dos adoçantes artificiais.

Propriedades e benefícios

As propriedades da estévia incluem a sua ação adoçante, hipoglicemiante, diurética, antidiabética, cardiotônica, hipotensora, tônica para o sistema vascular e antiflogística. O esteviosídeo é um dos seus princípios ativos e não é calórico, apresenta propriedades anti-cariogênicas e suporta altas e baixas temperaturas sem perder as suas propriedades de doçura. Graças a seu poder flavorizante, a substância realça o sabor dos alimentos, além de possui também propriedade antioxidante.

O esteviosídeo é um diterpeno da classe dos cauranos, possuindo três moléculas de glicose ligadas à sua. Possui a propriedade de adoçar cerca de 300 vezes mais que o açúcar comum. No Brasil, é utilizado como adoçante desde 1987.

Graças às suas propriedades medicinais, a stevia rebaudiana é indicada em casos de diabetes, hipertensão arterial, azia, reumatismo, fadiga, depressão, insônia, emagrecimento, dor de dente e para baixar ácido úrico.

Chá de estévia: como preparar?

Para preparar a infusão da planta, basta usar a medida de 4 xícaras (de café) de folhas secas em 1 litro de água. Tome 6 a 8 xícaras deste chá ao dia.

Como adoçante, recomenda-se a utilização de 1 colher (de sopa) de folhas verdes de estévia por copo de bebida.

Para diabéticos, a indicação é de 1 colher (de chá) de folhas secas em 1 xícara (de chá) de água quente. Deixe abafar por 15 minutos e tome 2 xícaras ao dia.

Contraindicações

A estévia pode causar aceleração dos batimentos cardíacos. Lembre-se que, antes de utilizar qualquer planta para fins terapêuticos, é necessário consultar um especialista.