Publicado por Redação

Pertencente à família das Rutáceas, a jaborandi verdadeiro é uma planta nativa da América do Sul. Antes de ser conhecida pelos estudiosos e fitoterapeutas, esta erva já era muito utilizada pelos indígenas.

Com o passar dos anos e a evolução das ciências, foi possível reconhecer as qualidades desta planta e introduzi-la nos tratamentos de problemas de saúde e estéticos que assolam os seres humanos.

Benefícios do jaborandi verdadeiro

Os efeitos positivos da jaborandi verdadeiro mesclam saúde e estética, pois ela age no sentido de melhorar problemas respiratórios e ainda cuida dos cabelos. Por ser expectorante e antisséptico, este remédio natural é ideal para tratar bronquite crônica, bronquiectasias e outras secreções respiratórias.

Além disso, cuida dos fios, evitando a queda dos cabelos e reparando as madeixas que estão quebradiças.

O jaborandi verdadeiro é ideal para tratar bronquite crônica e outras secreções respiratórias

Para um melhor chá, é necessário que as partes dessa erva estejam secas (Foto: Reprodução/Wikimedia Commons)

Como preparar o chá de jaborandi verdadeiro?

As raízes e folhas desta planta carregam as propriedades e os benefícios que ela possui, por isso quando for fazer o chá de jaborandi verdadeiro é preciso comprar estas partes da erva. Para um melhor chá, é necessário que estes produtos estejam secos.

Por esta razão, misture uma colher (de sopa) das raízes e folhas em uma xícara de água fervente. Tampe o recipiente e deixe em infusão por 10 minutos. Em seguida, coe e sirva. A dica é tomar três xícaras por dia.

Para usar nos cabelos, basta repetir o mesmo procedimento de preparo e, ao invés de ingerir o líquido, lave os cabelos com este chá. O ideal é que este tratamento seja feito uma vez na semana.

Veja também: Receitinhas caseira ensinam como hidratar o cabelo com mel

Contraindicações e efeitos colaterais

Mesmo diante dos benefícios desta planta, é preciso lembrar que assim como os remédios farmacêuticos os produtos naturais também podem fazer mal ao organismo se ingeridos em excesso, sem orientação médica, utilizados na combinação com outros medicamentos ou se usados em pacientes com determinados problemas de saúde.

Desta maneira, a forma mais apropriada de fazer uso desta planta é seguindo as indicações médicas com relação a quantidade ingerida por dia.

Além disso, pessoas que possuem broncoespasmo, doença caracterizada pelo chiado no peito, não deve fazer uso desta erva para não correr o risco de agravar o quadro clínico. Além disso, medicações a base de parassimpaticomimética podem ter interação com a jaborandi e por isso devem ser evitadas.

Veja também: Benefícios e propriedades do chá de berinjela; veja como fazer

Veja mais!