Escrito por em 02/02/2018

Para preparar alguns chás, prestar atenção na maneira correta pode ajudar a preservar o máximo de benefícios. Com o chá de mulungu, essa indicação não foge a regra. A bebida possui uma série de propriedades benéficas para a saúde humana.

O mulungu é uma planta conhecida cientificamente por Erythrina mulungu. Trata-se de uma árvore de grande porte que cresce espontaneamente na região central do Brasil. Ela chama atenção por sua cor vibrante, com flores coral e alaranjadas.

Dependendo do local onde é encontrado, o mulungu pode aparecer em muitas variações da mesma espécie. Sendo assim ele pode ser conhecido por outros nomes. Entre os principais, destaque para canivete, bico-de-papagaio e corticeira.

O mulungu pode ser facilmente encontrado em lojas de produtos naturais, feiras livres, farmácias de manipulação e lojas especializadas pela internet.

O chá de mulungu trata problemas emocionais, pois tem ação antidepressiva

Essa planta conhecida cientificamente por Erythrina mulungu (Foto: depositphotos)

Como preparar o chá de mulungu

Depois de conhecer um pouco sobre o mulungu, chegou a hora de aprender a fazer o seu chá. Ah! Vale lembrar que, antes de incluí-lo na sua rotina, o médico deve ser consultado. Isso vai certificar o seu uso e evitar possíveis complicações de saúde.

Ingredientes

  • 200 ml de água filtrada;
  • 4g da casca do tronco do mulungu.

Modo de preparo

Para iniciar o preparo do chá de mulungu você vai precisar de uma panela com tampa. Leve o recipiente para o fogo com a água. Assim que começar a borbulhar, desligue o fogo e adicione a casca do mulungu.

Deixe a mistura repousar por cerca de 10 minutos. Passado esse tempo, use uma peneira para separar a casca do mulungu do chá. Tome o chá ainda morno, de preferência três vezes ao dia. Evite tomar por mais de três dias seguidos.

Benefícios e propriedades do chá de mulungu

Tome o chá de mulungu ainda morno, de preferência três vezes ao dia

Esse chá requer cuidados com a dosagem (Foto: depositphotos)

No que diz respeito à saúde humana, o mulungu possui propriedades calmante, analgésica, diurética, hipotensiva, tranquilizante, antidepressiva, antibacteriana, antiespasmódica, tônica e anti-inflamatória.

Dessa forma, o chá feito a partir da utilização do mulungu pode ser usado no processo de tratamento e cura de muitas doenças. O chá de mulungu serve para tratar tosses, asma e coqueluche, além de casos de dores reumáticas e nevralgias crônicas.

“É preciso tomar cuidado com o mulungu. Não é uma planta que você pode tomar livremente. Ela requer cuidados com a dosagem”, alerta o biólogo e especialistas em plantas medicinais Daniel Forjaz.

Antidepressivo

O mulungu auxilia no tratamento de problemas emocionais, dessa forma, o chá da planta tem ação antidepressiva. Ele também trata histeria, insônia, neurose, ansiedade, agitação, ataque de pânico, depressão, compulsão e distúrbio de sono.

Veja também: Chá de mulungu promete acalmar e relaxar

Somado a tudo isso, o chá de mulungu também pode ser usado para tratar doenças como esclerose, pressão alta, epilepsia, bronquite asmática, hepatite e insuficiência urinária.

“Uma pesquisa realizada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul mostrou que as folhas do mulungu não causaram deformação do DNA e por isso não tem a capacidade de causar câncer nem danos neurológicos”, diz Forjaz.

Chá de mulungu para pressão

Devido ao poder antioxidante, o chá de mulungu equilibra, tonifica e fortalece o fígado, sendo eficiente no tratamento de casos de afecções hepáticas. Quanto aos problemas cardíacos, o mulungu regula os batimentos e abaixa a pressão arterial.

Ação contraceptiva

O mulungu também tem ação contraceptiva. “Testado por uma universidade do Peru, verificou-se que a planta impede a fixação do embrião na parede do útero, utilizada em algumas comunidades indígenas como anticoncepcional”, afirma Forjaz.

Combate retenção de líquido

Para quem sofre com a retenção de líquido, o mulungu pode ser utilizado para combatê-lo. No corpo, ele estimula a eliminação do excesso de líquido através da urina. Nesse caso, a ingestão de água deve ser aumentada para evitar a desidratação.

Inibe a nicotina

O chá de mulungu é um excelente remédio natural na luta contra o vício em cigarros

Composto presente na casca da planta bloqueia os receptores de nicotina (Foto: depositphotos)

Estudos revelam que a casca do mulungu apresenta grandes quantidades de flavonoides, alcaloides e triterpenos. Só para se ter um exemplo, a erisodina, um dos alcaloides presentes na casca da planta, bloqueia os receptores de nicotina.

Esse benefício faz com que o chá de mulungu seja visto como um excelente remédio natural para auxiliar na luta contra o consumo de cigarros.

Veja também: Sem nicotina: aprenda a fazer cigarro de chá

“Nem todas as tradições de uso do mulungu pelo Brasil estão comprovadas cientificamente. O que se sabe é um pouco do que se conhece popularmente da planta e outras já comprovadas pela ciência”, elucida Forjaz. Por isso, não deixe de consultar o médico.

Atenção ao uso do mulungu

O consumo em excesso ou sem orientação pode trazer algumas consequências para a saúde humana. Por isso, as pessoas devem estar sempre atentas quanto a utilização não só do mulungu, mas de qualquer outros medicamento, seja ele natural ou não.

“O mulungu é relaxante muscular. Nos casos de consumo em excesso há o relaxamento da musculatura, uma vasodilatação, depressão do sistema nervoso central… e isso é um efeito perigoso!”, alerta Forjaz.

Quando ingerido em excesso, o chá de mulungu pode acarretar em sonolência. Mulheres gestantes ou que estão em processo de amamentação devem evitar o consumo do chá de mulungu.

Já quem tem pressão arterial baixa ou faça uso de remédios para hipertensão, devem evitar o consumo do chá feito com a planta. Isso porque ele diminui a pressão.

Veja tambémChás para pressão baixa