Publicado por Redação

Conhecida pelas propriedades medicinais que estão relacionadas a sua utilização nos processos de tratamento e cura, o urtigão é uma planta que pertence à família das Urticaceae. As partes do urtigão que estão relacionadas aos tratamentos alternativos são: folhas jovens, rizoma e raízes.

Suas partes utilizadas mais comumente para decocção são as folhas jovens, rizoma e raízes. Já os seus princípios ativos correspondem ao acetilcolina, histamina, nitrato de potássio, ácidos gálico, ácidos fórmico, caroteno, enxofre, cálcio, potássio, vitamina C, tanino, silício e magnésio.

Dependendo do local onde a planta seja identificada, outros nomes podem estar relacionados a ela. Entre os principais, destaque para urtiga-brava, urtiga-mansa, urtiga-maior e urtiga-vermelha.

Urtigão: Cuidados e precauções

Apesar de ser um ingrediente natural, antes de fazer uso dessa ou de qualquer outra espécie, é bom que o médico seja consultado. Só ele tem conhecimento suficiente para certificar que o ingrediente terá todas as suas ações benéficas absorvidas pelo organismo.

O urtigão possui sementes tóxicas, que podem trazer sérios danos à saúde, caso sejam ingeridas indiscriminadamente. No que diz respeito ao consumo do chá, não prestar atenção as dosagens pode representar outros tipos de riscos, esses dependendo do organismo de cada paciente.

Chá de urtigão pode tratar até 23 problemas de saúde; veja benefícios e propriedades

Foto: Reprodução/ Blog Sustentabilidade Comunitária

Propriedades e benefícios medicinais do urtigão

O uso do urtigão está relacionado ao tratamento de muitos problemas de saúde, graças a sua ação adstringente, anti-inflamatória, antirreumática, antianêmica, antidiabética, anti-hemorroidária, antissifilítica, anti-hidrópica, depurativa, diurética, galactagoga, hemostática e revulsiva.

Dessa forma ela pode ser usada contra até 23 problemas de saúde, são eles: 1) hidrocefalia, 2) infecções micóticas da pele, 3) leucorreia, 4) menopausa, 5) queda de cabelos, 6) psoríase, 7) picadas, 8) tinha, 9) úlceras, 10) urticária, 11) afta, 12) afecções de pele, 13) amenorreia, 14) anúria, 15) ciática, 16) diarreia, 17) disúria, 18) edema, 19) enurese, 20) epistaxe, 21) erisipela, 22) feridas e 23) gota.

Chá de urtigão: como fazer

Na medicina natural, uma das formas mais fáceis e utilizadas de incluir o urtigão em qualquer que seja o tratamento é por meio do preparo do chá. Para isso, basta separar 200 ml de água filtrada e um punhado das folhas da planta. Coloque a água para ferver com ajuda de uma panela com tampa. Deixe até que ela comece a borbulhar.

Acrescente o urtigão na água fervente e depois desligue o fogo. Deixe a panela tampada por 10 minutos. Passado esse tempo, use uma peneira para remover toda a planta utilizada para que fique apenas o líquido. A indicação é que o consumo não ultrapasse as três xícaras diárias.

Veja mais!