Escrito por em 21/12/2018 (atualização: 16/01/2019)

Você já ouviu falar da mistura chá de hibisco com gengibre? De acordo com a nutricionista esportiva Bruna Morais, essa combinação é benéfica para quem deseja emagrecer.

Mas além de reduzir as medidas, essa infusão também possui outros benefícios. Isso porque, tanto as flores de hibisco como as raízes do gengibre possuem propriedades capazes de tratar ou prevenir o surgimento de problemas de saúde.

Então, se você está procurando um método natural para auxiliar na perda de peso, leia esse artigo. Além de explicar para que serve o chá de hibisco co

não deve consumi-la e quais os riscos que o consumo desenfreado desse chá pode acarretar. Por fim, Bruna oferece uma dica bônus para potencializar o efeito desse poderoso líquido natural.

Para que serve o chá de hibisco com gengibre?

Como era de se esperar, o chá de hibisco com gengibre combina as propriedades de ambos os produtos naturais. De acordo com a nutricionista esportiva, essa mistura concentra o poder diurético do hibisco com a ação termogênica do gengibre.

“O mais conhecido benefício deste chá [de hibisco] é que ele é super diurético e ajuda a evitar a retenção de líquido, mas não necessariamente reduz a gordura corporal”, explica Bruna.

Xícara com chá de hibisco

O gengibre alivia o sabor do hibisco e ainda agregar nutrientes a bebida (Foto: depositphotos)

No entanto, a adição do gengibre pode aumentar o poder do chá de hibisco, “graças a ação termogênica do mesmo. Estimulando o corpo a queimar mais calorias.”

Mas de uma maneria geral, quem deseja perder peso e gordura de forma saudável deve “aliar um plano alimentar bem planejado, juntamente com exercício físico diário”, recomenda Bruna.

Benefícios do hibisco

Além da atuação estimulante combinada ao gengibre, o chá de hibisco também possui benefícios próprios. Por exemplo, ao mesmo tempo em que age como diurético, é ainda considerado um antioxidante natural.

Com isso, o chá consegue combater a ação dos radicais livres. E são essas moléculas capazes de oxidar as células do organismo, causando doenças e até mesmo o envelhecimento precoce.

O chá de hibisco “ajuda a acabar com a prisão de ventre, a controlar a hipertensão e a reduzir as taxas de glicose no sangue e colesterol“, conta a nutricionista.

Veja também: Quais os efeitos colaterais do chá de hibisco?

Já de acordo com o artigo desenvolvido pelo Centro Universitário Amparense (UNIFIA), para a revista eletrônica Saúde em Foco, a Hibiscus sabdariffa, nome científico do hibisco, é uma planta que:

  • Possui flavonoides com efeito cardioprotetor e vasodilatador
  • Ajuda a aumentar o HDL (colesterol bom) e diminuir o LDL (colesterol ruim), triglicerídeos e pressão arterial
  • É rica em vitamina B2 (riboflavina), que auxilia na saúde da pele, ossos e cabelos
  • Detém boas quantidades de ferro, prevenindo problemas como anemia, dor de cabeça e cansaço
  • Tem vitamina A, necessária para visão, sistema imunológico, pele e ossos
  • Contem vitamina C, protegendo o “organismo contra a baixa imunidade, doenças cardiovasculares, doenças relacionadas à visão e até envelhecimento da pele” (1)

Benefícios do gengibre

Mas o gengibre não fica atrás quando o assunto é benefício para a saúde. Como já mencionado, essa raiz contribui com a perda de peso pois é considerado um termogênico, o que acelera o metabolismo.

Também “relaxa o sistema gastrointestinal, prevenindo náuseas e vômitos“. Então, torna-se um excelente remédio natural para acabar com enjoos ou problemas intestinais.

Ainda segundo Bruna Morais, o gengibre atua como antioxidante e anti-inflamatório. Assim, trabalha “ajudando na prevenção de doenças como câncer cólon-retal e úlceras no estômago.”

Mas além desses benefícios, o gengibre atua beneficamente em outras partes do organismo. Segundo a Revista Científica Eletrônica de Agronomia, uma publicação semestral da Faculdade de Agronomia e Engenharia Florestal de Garça (FAEF), essa raiz é capaz de:

  • Agir como tônico e expectorante
  • Ser utilizado para problemas como reumatismo e traumatismos
  • “Aliviar sintomas de gota, artrite, dores de cabeça, problemas de rins, cólicas menstruais e de coluna”
  • Tratar gripes, tosses, resfriados e ressacas (2)

Veja tambémComo usar chá de gengibre para emagrecer

Como fazer chá de hibisco com gengibre?

Ingredientes

-1 litro de água
-2 colheres (de sopa) de hibisco in natura
– Pedaço de gengibre

Modo de preparo

Coloque a água no fogo e espere ferver. Assim que o líquido entrar em ebulição (quando surgirem as bolhinhas na água), apague o fogo, adicione o hibisco e o gengibre, e abafe.

“Quanto mais tempo ficar abafado mais intensos ficam a cor e o sabor”, alerta Bruna. Além disso, ela recomenda o consumo de 1 a 3 xícaras por dia, alegando a quantidade suficiente para alcançar os objetivos.

Chá de hibisco com gengibre e canela

A adição de canela à receita de chá de hibisco com gengibre é a dica bônus da nutricionista esportiva. Segundo Bruna Morais, esse terceiro elemento natural na receita consegue aumentar ainda mais o poder termogênico da bebida.

Com isso, é possível dizer que o chá pode ficar ainda mais útil na luta contra a balança. Mas claro, sempre associado a uma alimentação regrada e uma prática de exercícios físicos diários.

Para alcançar esse efeito, a especialista em nutrição recomenda colocar um pedaço de pau de canela na receita já indicada anteriormente. Então, antes de abafar o chá, adicione esse ingrediente especial e surpreenda-se com os resultados.

Contraindicações

Assim como qualquer remédio, seja natural ou não, o chá de hibisco com gengibre tem suas contraindicações. Primeiramente, vale ressaltar que essa bebida consegue controlar a hipertensão. Então, quem possui a pressão baixa deve ter cuidado ao tentar usar esse produto.

“As gravidinhas também devem evitar antes de falar com o médico, principalmente no primeiro trimestre da gravidez”, alerta Bruna.

Veja também: Chá de canela para grávidas: mitos e verdades

Emagrecimento saudável

Primeiramente, você deve se consultar com um nutricionista, pois esse profissional vai estudar suas  necessidades nutricionais. Além disso, vai criar uma dieta que consiga auxiliar a perda de peso de forma saudável.

Geralmente, quem deseja emagrecer também procura um personal ou educador físico. Isso porque, a prática de atividades físicas é essencial para um emagrecimento funcional e contínuo.

Por essa razão, é comum frequentar academias, participar de corridas, fazer Pilates ou até mesmo realizar caminhadas. Tudo com o intuito de fortalecer o organismo e perder gordura.

Além desses dois métodos, os chás também podem servir como um auxílio no processo de emagrecimento saudável. Como são resultados de produtos naturais, eles carregam nutrientes e benefícios para o corpo.

No caso do chá de hibisco com gengibre, além de perder calorias, você também pode desfrutar de efeitos diuréticos e antioxidantes. Também pode turbinar esse benefício utilizando de outro ingrediente natural, a canela.

Agora é só colocar todos os passos em prática e aproveitar os resultados positivos. Mas claro, sempre com o acompanhamento de algum profissional da área da saúde.

*Artigo feito com a colaboração da nutricionista esportiva Bruna Morais (CRN6- 19147/PE).

 

(1) UYEDA, Mari. Hibisco e o processo de emagrecimento: uma revisão da literatura. Unisepe, 2015. Disponível em: http://unifia.edu.br/revista_eletronica/revistas/saude_foco/artigos/ano2015/hibisco_emagrecimento.pdf. Acesso em: 21 de desembro de 2018.

(2) PALHARIN, Luiz Henrique Di Creddo; FIGUEIREDO NETO, Eliseu; CAMARGO LOPES, Matheus Pereira e BOSQUÊ, Gisleine Galvão. Estudo sobre gengibre na medicina popular. Revista Científica Eletrônica de Agronomia, 2008. Disponível em: http://faef.revista.inf.br/imagens_arquivos/arquivos_destaque/5D3Iu05EHeEnqPl_2013-5-10-12-17-59.pdf. Acesso em: 21 de dezembro de 2018.