Publicado por Redação

Apesar do nome bastante inusitado, a vassourinha de botão é uma planta conhecida pelas suas propriedades medicinais, podendo ser empregada no processo de tratamento e cura de algumas doenças. Nesse sentido, as partes da planta que podem ser utilizadas com essa finalidade são as folhas e a raiz.

A vassourinha de botão pertence à família das Rubiaceae. Trata-se de uma erva que possui muitos ramos formados por folhas ovais ou em forma de lança, dependendo da espécie em questão. Suas flores são pequenas e brancas, enquanto os frutos são identificados como cápsulas redondas.

Dependendo do local onde ela é encontrada, pode ser conhecida por vários outros nomes. Entre os principais, destaque para cordão-de-frade, erva-botão, erva-de-lagarto, falsa-poaia, perpétua-do-mato, poaia, poaia-comprida, poaia-falsa, poaia-preta, poaia-rosário, vassourinha, tapixaba e Tupiçaba.

O chá de vassourinha de botão é indicado para o tratamento de asma, diabete, hemorroidas, varizes

A forma mais comum de incluir a planta no tratamento é através do chá (Foto: Reprodução/Florais de Lis)

Propriedades medicinais da vassourinha de botão

Como já foi dito anteriormente, a planta possui uma série de propriedades medicinais. Isso só é possível graças à ação antidisentérica, anti-hemorroidária, bactericida, diurética, emetina e expectorante que a planta possui.

No que diz respeito aos princípios ativos, eles são baseados nas seguintes substâncias: ácido asperulosídico, borrerina, barrerina, emetina, flavonas, iridóides, sesquiterpenos e taninos. Dessa forma ela pode ser empregada no tratamento de ameba, asma, dermatoses, diabete, erisipela, febre, hemorroidas, varizes, vômito e tosses.

Veja também: Acabe com as varizes fazendo esta incrível receita natural

Cuidados e contraindicações

Porém, a recomendação é que o médico seja consultado, antes de incluí-la em qualquer que seja o tratamento citado anteriormente. Esse cuidado vai possibilitar o melhor aproveitamento da planta assim como evitar que problemas de outra natureza atinja o paciente.

Também é importante levar em consideração a probabilidade da mulher está grávida ou amamentando. Nesses casos, o mais aconselhável é evitar o consumo da vassourinha de botão, a menos que a indicação seja feita pelo próprio médico.

Veja também: Chá para tratar hemorroidas

Chá de vassourinha de botão

Na medicina alternativa, a forma mais comum de incluir a vassourinha de botão no tratamento é através do preparo do chá. Para isso, basta separar 200 ml de água filtrada e uma porção de folhas secas ou da raiz da planta. Porém, é importante prestar atenção, já que cada uma das partes é indicada para doenças diferentes.

As folhas, por exemplo, são indicadas para tratar problemas de ameba, diarreia e vômito. Já a raiz provocar vômitos, libera a urina presa e acaba com a diarreia infantil.

Voltando a receita, coloque a água para ferver em um recipiente com tampa. Assim que começar a borbulhar, desligue o fogo e acrescente a parte da planta em questão. Deixe descasar por 10 minutos. Use uma peneira para remover toda a parte da planta utilizada.

A recomendação é que a ingestão diária não ultrapasse as três xícaras.

Veja mais!