Escrito por em 24/04/2014 (atualização: 22/05/2019)

Você sabe para que serve a valeriana? Essa planta, de nome científico Valeriana officinalis, também conhecida como erva-dos-gatos, valeriana-das-botica e valeriana selvagem, é uma planta muito estudada e tem demonstrado resultados clínicos evidentes.

Por essa razão, essa erva demonstra eficácia terapêutica nos tratamentos da ansiedade e como estimulante cerebral. Trata-se de uma planta da família das Valerianáceas, que produz
flores cor-de-rosa, que pode alcançar cerca de 1 metro de altura.

É uma planta medicinal muito antiga, como recorda o seu nome científico derivado do latim valere, que significa “ter saúde”. A parte utilizada da planta é a raiz e é mais comumente encontrada sob a forma de infusão (chá) ou comprimidos.

A valeriana é uma das únicas plantas medicinais com o poder sonífero comprovado por vários estudos, sendo reconhecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) devido aos seus benefícios contra a ansiedade.

Valeriana: para que serve?

De acordo com a farmacêutica Maria Júlia Pereira Reis, a planta “pode ser utilizada como remédio caseiro para acalmar e contra insônia“.

Como já mencionado, essa planta pode ser usada para diminuir a ansiedade. No entanto, outros problemas também podem ser tratados com o uso de Valeriana.

Ramos de valeriana

Essa planta pode ser usada como remédio caseiro para acalmar e contra insônia (Foto: depositphotos)

“Há relatos de uso tradicional para transtornos de origem nervosa, como agitação, fobia do palco, hipertensão arterial“, explica Maria Júlia.

Propriedades e indicações de uso

  • Sedativo
  • Calmante e relaxante
  • Histeria
  • Perturbações da menopausa
  • Insônia crônica
  • Estresse
  • Dermatoses pruriginosas
  • Perturbações cardíacas de origem nervosa
  • Cãibras
  • Antiespasmódicas
  • Sonífero (reduz o tempo que a pessoa leva para adormecer e aumenta a duração do sono)
  • Anticonvulsionante

Em razão de suas propriedades, a valeriana é muito útil para as pessoas que sofrem com problemas relacionados ao sono, como, por exemplo, a falta de sono.

Também ajuda a combater a ansiedade, o estresse e até mesmo epilepsia. Além disso, pode servir como um auxilio para quem está parando de fumar.

Veja também: Chá para ansiedade

Valeriana emagrece?

De uma maneira geral, valeriana pode auxiliar na perda de peso, mas de forma indireta. Isso porque a planta com o efeito calmante consegue diminuir a ansiedade. Essa sensação, por sua vez, é uma das responsáveis pela ingestão excessiva de calorias devido à compulsão alimentar.

Outra forma de contribuir com o emagrecimento é através das propriedades que estimulam o sono e proporcionam uma melhor noite de descanso.

“O acúmulo de sono deixa nosso metabolismo mais desacelerado, diminuindo a perda calórica e aumentando os níveis de cortisol (hormônio que em excesso pode ocasionar o ganho de peso)”, esclarece a profissional de farmácia.

Modos de usar

A valeriana pode ser utilizada como chá, comprimidos, tintura (sob a forma de gotas) e cápsulas. Confira a seguir a receita da infusão, o que seria calmante valeriana e as misturas possíveis com o chá dessa planta:

Receita do chá

Para fazer o chá, tintura ou extrato de valeriana, é preciso utilizar as raízes dessa planta. Nesse artigo você aprende como fazer a infusão dessa erva.

Ingredientes

– 1 colher (de chá) de raiz picada
– 1 xícara de água filtrada

Modo de preparo

Primeiramente, coloque a água no fogo e espere que ela comece a ferver. Em seguida, adicione a raiz de valeriana e deixe que ferva por mais 5 minutos.

Depois do tempo determinado, deixe o chá descansar abafado por aproximadamente 10 minutos. Por fim, coe e tome a infusão ainda morna.

Como consumir?

O modo como tomar a valeriana em forma de chá pode variar de acordo com o tipo de problema apresentado pelo paciente.

Por exemplo, segundo a especialista em farmácia, para casos de agitação, insônia ou hipertensão arterial, o paciente deve beber até três xícaras por dia.

Já nas situações de estresse, o recomendado é tomar meia hora antes de se expor ao momento estressante. Pode ser um voo, uma reunião ou apresentação de trabalho.

O que é calmante Valeriana?

O calmante valeriana é um remédio feito usando-se dessa erva medicinal. Geralmente, é escolhido por aqueles que não gostam do sabor ou cheiro do chá.

Veja também: Elimine a ansiedade e a compulsão com o uso de um chá feito de ervas

“Os preparados com a raiz desta erva medicinal são amargos e possuem
um odor muito intenso e característico. Para isso, há a possibilidade de
encontrar a Valeriana em formas farmacêuticas de comprimido e cápsula”, explica Maria Júlia.

Xícara com chá de valeriana

(Foto: depositphotos)

Chá de valeriana com camomila

Ainda de acordo com a especialista em farmácia, existem algumas associações comuns entre a valeriana e outras plantas. Um exemplo disso é a camomila, que pode ser feito em forma de chá ou de medicamento.

Nesse caso, as plantas juntas potencializam o auxílio contra “estresse, ansiedade e insônia”. Mas além dessa mistura, há outras combinações recomendadas pela especialista em farmácia.

“Há associações comuns entre valeriana e passiflora, auxiliando em dores de
cabeça de origem nervosa. Há também o uso de valeriana com lúpulo
(Humulus lupulus), sendo uma alternativa para auxiliar nos distúrbios do sono”, explica.

 

Efeitos colaterais

Assim como todo e qualquer remédio, natural ou não, o uso da valeriana pode ter alguns efeitos colaterais, tais como tontura, indisposição gastrintestinal, alergias de contato, dor de cabeça e midríase (dilatação da pupila).

Por isso, é necessário ter atenção com o tempo de uso da planta. Pois, em períodos prolongados, pode causar sono demasiado, cansaço, midríase e desordens cardíacas. E, claro, lembre-se de, ao comprar um medicamento, sempre ler a bula e consultar um médico especialista.

“Além disso, como a capacidade de reação pode ser afetada, não se deve dirigir, operar máquinas pesadas ou exercer atividades que detenham de extrema atenção, nem consumir bebidas alcoólicas depois de tomar o suplemento ou beber o chá”, alerta Maria Júlia.

Veja tambémVocê joga fora os saquinhos de chá? Aprenda a reutilizá-los!

Contraindicações

A utilização da valeriana é contraindicada para pessoas que possuam hipersensibilidade (alergia) ao extrato da planta. No entanto, ela também é contraindicada para gestantes, lactantes e crianças.

Curiosidade

O nome popular “erva-dos-gatos” deve-se ao efeito excitante ou de euforia que a planta causa nesses animais. Por esta razão, é indicado evitar deixar a planta próxima a gatos.

Mas, ao mesmo tempo que afasta a planta dos gatinhos, você deve se aproximar dessa erva natural. Principalmente agora que você já sabe para que serve a valeriana, como preparar o chá dessa planta e como utilizá-lo.

*Artigo feito com a colaboração de Maria Júlia Pereira Reis (CRF-PE: 07663)
Graduada em Farmácia pela Universidade Federal de Alagoas – UFAL
Mestranda em Ciências Farmacêuticas.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.