Escrito por em 11/12/2017 (atualização: 16/03/2018)

Quando o assunto é o emagrecimento, apostar na propriedade natural de algumas plantas aparece como o diferencial nas dietas. Nesse sentido, o consumo do chá de urucum não é tão popular entre as pessoas que querem emagrecer.

Mas, parte dessa falta de utilização vem mesmo pela dúvida que muitos cultivam: será que o chá de urucum emagrece mesmo? Para responder essa e várias outras perguntas sobre o urucum, preste atenção nesse artigo!

Chá de urucum emagrece

O urucum é uma planta bastante conhecida na culinária por servir de corante natural no preparo de alguns pratos. Dependendo da região, o urucum pode ser chamado por vários outros nomes, entre eles: colorau, urucuba, uru-uva, alçafroeira da terra e bixa.

O chá de urucum estimula a redução da gordura periférica, sendo usado para o emagrecimento

Essa planta tem o poder de acelerar o metabolismo (Foto: depositphotos)

Na busca pelo emagrecimento, as folhas e frutos podem servir de ingredientes para o preparo de um chá que, segundo especialistas, possui eficácia comprovada.

A nutróloga Sylvana Braga, especialista em prática ortomolecular e autora do livro Dieta Ortomolecular – O Segredo de Rejuvenescer em Total Harmonia, acredita no poder da planta para emagrecer.

No trabalho citado, ela diz que o chá de urucum estimula a redução da gordura periférica, favorecendo, assim, o emagrecimento corporal. “O poder emagrecedor do urucum surge a partir de um ativo extraído da semente”, diz em entrevista para o portal de notícia R7.

Na mesma entrevista, ela faz questão de ressaltar um ponto que muita gente desconsidera. “Essa solução deve ser tomada somente com prescrição médica. Seu uso foi aprovado pela Anvisa e não apresenta efeitos colaterais”, informa a especialista.

Para essa ação em específico, o chá de urucum deve ser preparado a partir da utilização das sementes da planta, como tão bem lembrou a especialista. Elas possuem ação que vai interferir diretamente na saciedade do paciente, reduzindo a ânsia por alimentos.

Como a planta também age na redução da constipação e promover a melhor digestão dos alimentos ingeridos, acredita-se que esses dois pontos também sejam imprescindíveis na eliminação do peso extra.

Outra vantagem da planta é ter o poder de acelerar o metabolismo. Sendo assim, o corpo promove maior queima de calorias em curto espaço de tempo. “A riqueza em antioxidantes carotenóides do urucum, contribui para a baixa do colesterol total, redução do mau colesterol (LDH) e aumento do bom colesterol (HDL)”, emenda Sylvana Braga.

É importante que fique bem claro que o chá de urucum não faz milagre. Assim, o paciente tem que se submeter a uma readequação alimentar e a inclusão da prática de exercícios físicos.

Propriedades e benefícios do urucum

O urucum é uma planta fácil de ser identificada, justamente por fazer parte das tradições brasileiras, sobretudo na culinária. Ela apresenta ramos em forma de vagens na cor laranja-avermelhada. Quanto às folhas, elas são grandes e de cor verde-claro.

A planta possui em sua composição carotenoides, cálcio, fósforo, ferro, aminoácidos, além das vitaminas dos complexos A, B e C. A semente e as folhas contêm propriedades diuréticas, antibacterianas e adstringentes.

Na composição do urucum ainda podem ser identificadas substâncias como cianidina, ácidos elágico e salicílico, saponinas e taninos, que são fitoquímicos que auxiliam na prevenção e tratamento de diversas doenças.

Antes de seguir com a lista de propriedades beneficias para a saúde humana, é bom destacar que a inclusão do urucum, ou de qualquer outra planta no seu dia a dia deve ser supervisionada por um médico.

Veja também:  Chá de urucum – Benefícios e propriedades

Esse cuidado acaba resguardando os pacientes do desenvolvimento de alergias ou qualquer outro problema que não siga dentro da normalidade. Quando o assunto se refere à saúde, cuidado e atenção nunca são demais.

Tratamento e cura a partir do urucum

As sementes são utilizadas para curar a icterícia e ajudar a tonificar, equilibrar, fortalecer e reduzir a inflamação no fígado. Outra vantagem da planta está ligada ao fortalecimento dos rins e ao extermínio de certos tipos de vermes.

O urucum também é bastante eficaz quando o assunto está relacionado ao sistema digestivo. Ele alivia a constipação, indigestão, azia e outros desconfortos estomacais causados pelo consumo de alimentos picantes.

“A planta é muito conhecida por ser estimulante do sistema digestivo. Até por isso ela é incluída na alimentação, na forma de corante alimentício”, acrescenta o biólogo e especialista em plantas, Daniel Forjan.

A planta também é utilizada como afrodisíaco, para combater febres, hepatite, malária, disenteria e picadas de cobra venenosa.

Veja também: Quer emagrecer? Saiba quais são os chás top para secar a barriga

Veja como preparar o chá de urucum

Chá de folha de urucum

Ingredientes

  • 1 litro de água filtrada;
  • 10 folhas de urucum.

Modo de preparo

Para preparar o chá de urucum, você vai precisar do auxílio de uma panela que comporte a quantidade de água indicada na receita. Coloque a mesma para ferver, juntamente com as folhas de urucum. Deixe ferver por exatos 10 minutos.

Assim que passar o tempo indicado, desligue o fogo e deixe descansar um pouco ou até que fique mais frio. Use uma peneira para remover todas as folhas de urucum usadas no preparo da bebida.

A recomendação é de consumir o chá ao menos três vezes ao dia. Caso o problema exija que o uso do ingrediente seja na forma externa, o preparo deve ser o mesmo. Embora a aplicação tenha de ser feita durante várias vezes ao dia.

Veja também: Nutricionista ensina como emagrecer usando chá

Chá de semente de urucum

Ingredientes

  • 2 litros de água filtrada;
  • 1 colher (de sopa) de sementes de urucum.

Modo de preparo

Pegue uma panela com tampa e coloque a água para ferver. Assim que entrar em ebulição, desligue o fogo e acrescente as sementes de urucum. Deixe a mistura repousar por alguns minutos até que ela esteja bem fria.

Na próxima fase, você vai utilizar uma peneira para remover todas as sementes. Na hora de guardar, use uma garrafa de vidro com tampa e coloque na geladeira. A recomendação é que o chá seja consumido até três vezes ao dia.

Conheça 5 chás que vão lhe ajudar a emagrecer