Escrito por em 19/04/2018

Nesse artigo você vai conhecer todas as propriedades e benefícios do chá de malva do campo, bem como sua forma de preparo e consumo e suas contraindicações. Confira tudo isso e muito mais a seguir!

Famosa por ser um dos ingredientes no preparo do quentão, a malva do campo é bem conhecida nos estados de São Paulo e Minas Gerais. No entanto, como o seu cultivo é fácil, pode ser plantada em outras regiões do Brasil.

Repleta de boas propriedades medicinais, esta planta age de forma interna e externa no corpo. Por esta razão, saiba como utilizá-la no favorecimento de sua saúde.

Benefícios do chá de malva do campo

Entre os benefícios do chá de malva do campo estão o de tratar tosse a alergias

Essa planta é muito comum nos estados de São Paulo e Minas Gerais (Foto: depositphotos)

Esta erva pode ser usada no tratamento de problemas respiratórios, desde os mais simples até os mais complexos. Assim, a malva do campo pode ser aplicada no tratamento de tosses e também casos graves de enfisema pulmonar.

Além disso, a erva ainda pode ser aplicada no tratamento de problemas externos como alergias e sífilis.

Como usar as folhas desta planta?

As folhas frescas de malva do campo podem ser encontradas em feiras livres ou em lojas de produtos naturais localizadas nas cidades. Após a compra destas, é preciso preparar uma infusão, usando uma colher (de sopa) da erva e uma xícara de água fervente.

Veja também: Chá de Malva Branca atua contra doenças respiratórias e de pele

Misture todos os ingredientes e deixe a substância abafada por 10 minutos. Após o tempo determinado, coe o líquido e beba sem a adição de açúcar, adoçante ou mel. A sugestão é ingerir, no máximo, três doses dessas durante todo o dia.

Outra forma de uso

Outra maneira de usar as folhas frescas desta planta, é optando por não descartá-las após o preparo do chá. Isto porque, as folhas podem ser utilizadas em tratamentos externos. Para isso, basta aplicar as folhas que saíram da infusão em cima dos ferimentos da pele. Já o líquido pode ser usado para lavar tais edemas.

Recomendações gerais

Mesmo se tratando de uma planta que não passa por procedimentos químicos, é preciso ficar atento aos princípios ativos que ela possui, evitando que tais substâncias não interfiram na saúde do corpo.

Por isso, antes de fazer uso da malva do campo, é indicado buscar a opinião médica, principalmente no que se refere a quantidade utilizada.

Além disso, mulheres que estão grávidas ou as que estão no processo de amamentação, não devem fazer uso desta medicação natural. Bem como crianças menores de 12 anos.