Escrito por em 02/02/2017

A levante, de nome científico Mentha viridis, é um exemplo de erva que proporciona diversos benefícios à nossa saúde.

Pertencente à família das mentas, esta planta apresenta composição e forma bastante semelhantes à hortelã, podendo ser útil para problemas ligados ao trato respiratório.

As mentas são plantas herbáceas que compreendem numerosas espécies, sendo que muitas delas são cultivadas devido às suas propriedades aromáticas, condimentares, ornamentais ou medicinais.

Características da levante

Chá de levante pode ser usado para tratar desde gripes a diarreias

Foto: depositphotos

Pertencente à família das laminaceas e originária da Europa e da África, a levante é uma herbácea rizomatosa, pois apresenta seus caules subterrâneos. As folhas da erva são verdes e possuem um aroma característico. A levante mede entre 30 e 60 cm, raramente floresce e é proliferada por meio de mudas.

Propriedades e benefícios

As propriedades medicinais da levante incluem a sua ação calmante, vermífuga, antiespasmódica e antelmíntica. A erva é utilizada no tratamento de problemas respiratórios, digestivos e nervosos.

A levante também pode ser usada em casos de gripes, resfriados e bronquites, além de auxiliar no combate a cólicas, diarreia, flatulências e outros indícios de infecção intestinal. Por apresentar propriedades calmantes, esta planta é indicada para os indivíduos que sofrem com problemas ligados ao sistema nervoso.

Como preparar o chá de levante?

Para aproveitar os benefícios da levante, basta consumi-la através do preparo de uma infusão. Para isso, utilize 10 g da erva e um litro de água fervente. A indicação de consumo é de 2 a 3 xícaras de chá ao dia.

Cuidados

Não foram encontradas contraindicações na literatura consultada, mas lembre-se que não se deve exagerar no consumo. É importante ressaltar que, antes de iniciar quaisquer tratamentos, é preciso consultar um especialista.