Escrito por em 03/01/2017

Também conhecida como mão de Deus, margaridão amarelo, flor do Amazonas ou boldo-japonês, o girassol mexicano é uma planta que pertence à família das Asteraceae. Apesar de ser uma espécie da América Central, ela também pode ser encontrada no Brasil, principalmente em terrenos baldios ou nas beiras de estrada.

Mas por ser uma erva com propriedades medicinais comprovadas tornou-se comum plantar para vendê-la em lojas de produtos naturais online ou físicas mesmo.

Propriedades e benefícios da planta

Anti-inflamatória, antimalárica e diurética. Estas são as três principais propriedades medicinais do girassol mexicano. Com elas, a planta pode ser utilizada no tratamento de diversos distúrbios hepáticos e gástricos. Também atua no combate da hepatite, cistites, icterícia, suores noturnos etc.

Chá de girassol mexicano combate a hepatite

Foto: depositphotos

Tradicionalmente, esta erva é usada na China como um remédio altamente eficaz no tratamento de doenças de pele, a exemplo do problema conhecido como pé de atleta. Outras doenças que podem ser tratadas com esta planta são: fraturas, entorses, hematomas, contusões.

Como usar o girassol mexicano?

Para aproveitar todos os efeitos positivos que o girassol mexicano possui, é necessário preparar um chá com as folhas desta planta em uma receita bem simples e eficaz. Basta colocar apenas uma folha da erva em uma xícara de água fervente, tampar o recipiente e deixá-lo em infusão por 10 minutos. Após o tempo determinado, o chá deve ser ingerido sem a adição de açúcar ou qualquer outro tipo de adoçante.

Além de bebê-lo após as principais refeições do dia, você também pode usar este chá de maneira externa, para realizar os demais tratamentos possíveis com esta substância.

Contraindicações e efeitos colaterais

Muitas pessoas acreditam que só pelo fato de um produto ser natural ele não possui contraindicações ou efeitos negativos com relação ao organismo. Isto é uma mera ilusão, tendo em vista que da mesma maneira que as medicações encontradas nas farmácias são prejudiciais, as ervas também podem interagir de forma negativa no corpo, caso elas sejam utilizadas de forma inapropriada.

Por esta razão, é importante seguir as orientações gerais sobre o girassol mexicano. Neste sentido, o uso da planta é contraindicado para grávidas, lactantes e crianças menores de 12 anos.

De uma maneira geral, os pacientes devem consultar um especialista antes de usar este remédio nos tratamentos. Além disso, outra questão que vale ser observada é com relação aos efeitos colaterais, pois o excesso do chá desta erva pode causar problemas no fígado e nos rins.