Escrito por em 14/12/2017

Conhecida pelo seu poder curativo no tratamento de doenças de pele que provoquem danos celulares, a folha da fortuna é uma planta pertencente à família das Crassulaceae. Ela é originária da África, porém, pode ser encontrada em vários outros locais, pois é bastante resistente a pouca umidade.

A espécie é usada como remédio com capacidade de curar qualquer tipo de doença pela população indígena e ribeirinha, há centenas de anos. A folha da fortuna é uma planta que pode chegar a até 1,5 metro de altura. Na medicina natural, a parte da planta que é utilizada são as folhas frescas.

Dependendo da região onde é encontrada, a folha da fortuna pode ser conhecida por vários outros nomes. Entre os principais, destaque para folha da costa, coirama, coirama branca, coirama brava, sempre viva, folha milagrosa, roda do fortuna, orelha de monge e folha grossa.

A chá de folha da fortuna é muito rico em princípios ativos e pode ser usado para muitos fins

A planta também é bastante utilizada para tratar infecções internas e externas (Foto: depositphotos)

Propriedades medicinais da folha da fortuna

A folha da fortuna é muito rica em princípios ativos que tem despertado grande interesse dos cientistas. Elas apresentam estruturas semelhantes a outros dois cardiotônicos: digoxina e digitoxina que são usados no tratamento clínico da doença cardíaca congestiva e complicações.

Estudos realizados com a espécie ainda demonstraram atividade antibacteriana, antitumoral, câncer preventivo e inseticida. Tradicionalmente a planta também é bastante utilizada para tratar infecções internas e externas, justamente pelas folhas apresentarem efeitos antibacterianos, antivirais e antifúngicos.

Atuações da planta no organismo

Num estudo in vitro com cobaias o suco das folhas demonstrou capacidade de proteger de reações anafiláticas quimicamente induzidas e morte pelo bloqueio seletivo dos receptores de histamina do pulmão.

Veja também: Chá de aroeira para clarear a pele e seus efeitos benéficos. Confira

Já em outro experimento, o uso do extrato da folha em úlceras gástricas protegeu cobaias de indutores de úlceras como stress, aspirina, etanol e histamina.

Foram demonstrados efeitos sedativos e depressores do SNC em estudos com animais, o extrato das folhas aumenta os níveis do ácido gama-aminobutírico, conhecido neurotransmissor cerebral. Além disso, a planta também é recomendada no tratamento de afecções respiratórias superiores, problemas gastrointestinais, infecções da pele, olhos e ouvidos.

Chá de folha da fortuna

Um dos tratamentos mais comuns de serem realizados é o que faz uso da infusão das folhas da planta. Para prepará-lo, basta separar 200 ml de água filtrada e uma colher de folhas frescas. O primeiro passo é ferver a água. Assim que entrar em ebulição, desligue o fogo e acrescente as folhas frescas. Deixe descansar em recipiente tampado por cinco minutos.

Passado esse tempo, use uma peneira para separar as folhas do líquido e a bebida estará pronta para ser ingerida. A recomendação é que o tratamento com o uso da folha da fortuna seja supervisionado pelo médico. Quanto a ingestão, duas xícaras diárias são o suficiente.

Veja tambémChá da Erva dos Burros cura disfunção na pele

Precauções

É importante que as pessoas que forem fazer uso da planta para qualquer que seja o tratamento preste atenção às contraindicações. As mulheres grávidas ou que estão amamentando estão terminantemente proibidas de ingerir o chá da erva, já que pode causar complicações.