Escrito por em 20/12/2016

Conhecida pelas suas características físicas exóticas e também por algumas propriedades naturais que possui, a escolopendra é um gênero de feto do fruto das Polipodiáceas. A folha dessa planta, que possui formato de língua, é a parte utilizada na medicina natural.

Por apresentar formato inusitado, dependendo da região onde ela é encontrada, a planta passou a ser conhecida pelos nomes de língua cervina, língua de cervo ou língua de boi. A folha da escolopendra possui criptogâmica vascular, que é uma espécie de veia que se espalha por toda a superfície.

Geralmente, os lugares mais comuns para encontrar essa espécie são sobre muros e no interior dos poços velhos.

Propriedades medicinais da escolopendra

Assim como acontece com a maioria das plantas encontradas na natureza, a escolopendra possui algumas propriedades naturais, que podem ser usadas a partir dos seus princípios ativos: taninos e mucilagens. Sendo assim, elas são usadas no tratamento adstringente, béquica e expectorante.

Chá de escolopendra, poderoso expectorante

Foto: Reprodução/Wikipedia Commons

Uma das suas principais indicações vem do combate do catarro pulmonar. Porém, antes de fazer uso dessa e de outras plantas, é importante que o paciente recorra ao médico. Pois ele é a pessoa mais adequada para liberar seu uso, a partir do seus problema e das possíveis reações do seu organismo.

Chá de escolopendra

Uma das formas mais comuns de utilizar a erva no tratamento médico é através do preparo do chá. Para isso, você vai precisar de um litro de água e 30 gramas da escolopendra. O primeiro passo é colocar a água para ferver. Assim que ela atingir o ponto de ebulição, desligue o fogo e acrescente a erva.

Você vai deixar o recipiente tampado por cerca de 10 minutos. Passado esse tempo, use uma peneira para separar a erva do chá. Depois de todo esse processo, a bebida está pronta para ser ingerida. A recomendação é que a ingestão diária não ultrapasse as duas xícaras.