Escrito por em 07/12/2016 (atualização: 12/01/2017)

Struthanthus flexicaulis é o nome científico para a erva de passarinho, planta pertencente à família das Loranthaceae. É uma espécie que se concentra no Cerrado brasileiro e é tida como uma planta que se hospeda em outras. Por esta última característica, ela é difícil de ser combatida quando penetra no caule de suas hospedeiras, porém a erva passarinho não causa nenhum prejuízo as outras árvores.

Propriedades medicinais e efeitos benéficos

Esta planta possui a capacidade de limpar as vias respiratórias que podem ser infeccionadas com secreções. Neste sentido, otimiza a respiração fazendo com que os pacientes com problemas relacionados a este sistema tenham mais qualidade de vida.

Problemas indicados

Chá de erva de passarinho otimiza respiração

Foto: depositphotos

  • Afecção respiratórias;
  • Bronquite;
  • Doenças do útero;
  • Dor no peito;
  • Hemoptise;
  • Hemorragia;
  • Pneumonia;
  • Pontada no lado do coração.

Como preparar este chá?

Procure as folhas de erva de passarinho em lojas de produtos naturais, pela internet ou em lugares que vendam estes itens dentro de sua cidade. Mercados municipais ou feiras públicas também são locais propícios para encontrar esta planta. Depois que comprar, prepare uma decocção com as folhas, amassando-as primeiramente e, em seguida, adicionando-as em uma xícara de água fervente.

Depois que o chá ficar, pelo menos, cinco minutos no fogo, desligue e espere esfriar. Não adicione açúcar ou adoçante. Se preferir, pode acrescentar mel ou limão para melhorar o sabor. Beba o líquido até três vezes ao dia e em horários espaçados.

Informações adicionais

Na literatura medicinal não existem efeitos colaterais provocados pelo chá de erva de passarinho. Porém, é bom ressaltar que se o paciente sentir sintomas incomuns é necessário buscar auxílio médico o mais rápido possível. Tomando as precauções precisas, o indivíduo pode evitar problemas mais graves de saúde.

É necessária a liberação médica com relação a utilização deste remédio natural para combater os problemas descritos anteriormente no texto. Nas consultas, o profissional vai avaliar o caso e se achar conveniente pode liberar o uso de erva passarinho, bem como também pode receitar a quantidade exata para ingerir com segurança.