Escrito por em 13/12/2016

Conhecida pelas suas propriedades curativas, a cavalinha holandesa e uma planta usada em muitas regiões. Porém, assim como acontece com muitas outras plantas, antes de inclui-la no tratamento de qualquer doença, mediante suas indicações, é recomendado que o médico seja consultado. Isso previne possíveis complicações.

A cavalinha holandesa é uma planta da família das Equisetaceae. Dependendo da região onde ela é encontra pode ser conhecida através de outros nomes, a exemplo de cola-de-cavalo, erva-canudo, lixa-vegetal, milho-de-cobra, rabo-de-cavalo e rabo-de-rato. A parte utilizada na medicina natural são os brotos verdes e as hastes.

Propriedades medicinais

A cavalinha holandesa é uma planta que possui propriedades medicinais compreendidas entre os efeitos adstringente geniturinário, antiacne, antiblenorrágica, anti-inflamatória, cicatrizante, diurético, hemostática, remineralizante, revitalizante e sebostática.

Chá de cavalinha holandesa tem efeito cicatrizante

Foto: Reprodução/Wikimedia Commons

Isso só é possível, graças aos seus princípios ativos, composto por ácido silícico e gálico, resinas, sais de potássio, tiaminases, isoquercitina, luteolina, campferol, saponinas e alcaloides. Por isso, a lista de indicações é bastante vasta, podendo ser usada tanto interna quanto externamente.

Ela é usada no combate a acne, afecções da próstata, brônquios e pulmões; afta; anemia; conjuntivite; disenteria; edema; epistaxe; febre puerperal; ferida; fluxos sanguíneos hemorroidários e frieira. Além disso, ela também é usada no tratamento de hematúria, hemoptises, hemorragia, hemorragia nasal, hipertensão de origem renal e inflamação.

A lista de indicações do uso da cavalinha holandesa não para por aí. Isso porque ela também serve para calcificar fraturas, combater ametrorragia, ajuda no controle da obesidade, queda de cabelos, úlcera varicosas e cancerosas, problemas ósseos e enfermidades renais.

Chá de cavalinha holandesa

O chá é uma das principais formas de fazer uso da cavalinha holandesa em prol da saúde. Para prepará-lo, basta separar um litro de água e uma xícara da erva. O primeiro passo é colocar a água para ferver, em seguida, acrescentar toda a erva. Deixe ferver por cerca de cinco minutos, desligue o fogo e deixe descansando por mais 10 minutos em recipiente tampado.

Passado esse tempo, use uma peneira para remover toda a cavalinha holandesa do líquido. A indicação é que o consumo diário não ultrapasse as três xícaras. O consumo em excesso pode acarretar em deficiência de vitamina B1 no organismo.

Além de ser usada na forma de chá, a planta também serve como ingrediente de banhos e compressas. Para prepara o banho, leve em consideração a proporção de 30 gramas da erva para cada litro de água.