Escrito por em 19/02/2019 (atualização: 28/02/2019)

Você sabe se o chá de carqueja emagrece? Aqui você vai descobrir tudo sobre o potencial e benefícios desta bebida natural para o emagrecimento e saúde em geral. Aprenda a utilizar esse chá para perder peso e obter mais qualidade de vida e saúde!

A carqueja (Baccharis trimera) é uma planta do tipo arbusto, rica em propriedades medicinais. Pode chegar aos 80 cm de altura e tem hastes ramificadas. Possui ramos finos e suas flores são amareladas e agrupadas. As partes utilizadas na produção de chás são as folhas.

Como alguns outros chás, este pode ser usado para auxiliar em vários objetivos relacionados à saúde, como a perda de peso e melhora na qualidade de vida, por exemplo. Sendo assim, descubra como usar o chá para emagrecer e outros benefícios desta bebida!

Chá de carqueja emagrece mesmo?

Sim, o chá de carqueja é uma bebida que ajuda no processo de emagrecimento. E tudo isso é comprovado pela ciência! Um estudo mostrou que a ação diurética e digestiva do consumo das propriedades da carqueja ajudam na perda de peso (1).

Carqueja

Além de emagrecer, o chá de carqueja é um poderoso digestivo (Foto: Reprodução | UFRGS/ Rosângela G. Rolim)

Além disso, os cientistas descobriram, após a realização de testes em seres humanos, que a carqueja é capaz de melhorar o funcionamento do intestino e diminuir o apetite. Estes são dois fatores importantes quando o assunto é reduzir medidas.

Contudo, o real poder emagrecedor presente neste chá é o seu efeito diurético. Essa ação é importante para a perda peso pois elimina líquido retido no corpo. Esta é uma das maneiras de diminuir medidas na região do abdômen de forma rápida e saudável.

Outra vantagem é que o chá, ao natural, quase não possui calorias. Dessa forma, pode ser consumido no lugar do tradicional café após as refeições, por exemplo. Além de trazer benefícios ao corpo e ajudar a emagrecer, ainda vai ajudar na digestão!

Entretanto, é importante citar que esta bebida não deve ser adoçada. No Brasil e em alguns outros países, é um costume adoçar os chás naturais. Nesse caso, o açúcar (ou adoçante, ou mesmo mel) vai diminuir os efeitos emagrecedores do chá.

Por isso, opte por consumir o chá de forma natural. Com o tempo, você acostuma e aprende e apreciar o sabor da planta.

Como preparar o chá?

A receita do chá de carqueja é bem simples. Siga os passos abaixo para preparar o melhor e mais saudável chá desta planta:

  1. Aqueça 1 xícara de água e desligue o fogo.
  2. Adicione 1 colher (de chá) e ½ de folhas secas de carqueja (equivale a 6 g das folhas) e deixe tampado por 10 minutos .
  3. Em seguida, coe e beba sem adoçar.

O ideal é que não se adoce este chá. O açúcar anula alguns dos principais benefícios, como a ação antioxidante e o poder emagrecer, por exemplo. Contudo, se preferir adoçar mesmo assim, opte por mel, que também é uma opção natural e benéfica.

Como tomar corretamente

Sobre a dosagem, é indicado tomar 1 xícara por dia, 2 xícaras no máximo. O chá de carqueja não tem muitas contraindicações. Contanto que não haja exageros, o chá não provoca males sérios. Veja o tópico “Cuidados e contraindicações”.

O melhor horário para tomar o chá de carqueja é após as refeições. Por se tratar de uma bebida natural com propriedades digestivas, traz benefícios consumi-la após o almoço, por exemplo.

Outros benefícios do chá de carqueja

Como todo mundo sabe, o chá de carqueja possui mais benefícios do que apenas ajudar no emagrecimento. Sendo assim, separamos para você um lista com os principais benefícios desta bebida.

Além de super saborosa e aromatizada, esta bebida natural é rica em nutrientes que fazem bem para o corpo humano em vários sentidos. Veja para que serve o chá de carqueja:

  • Previne o câncer
  • Faz bem para o estômago e digestão
  • Combate infecções
  • É diurético
  • Ajuda a diminuir a pressão arterial
  • Protege o fígado
  • Combate dores
  • Ajuda a reduzir o nível de glicose
  • Elimina micro-organismos nocivos

É importante ressaltar que todos estes benefícios listados são comprovados pela ciência médica e farmacêutica. Abaixo, você verá um pouco mais sobre cada um deles e poderá encontrar as fontes científicas que comprovam a veracidade destes benefícios que eles são verdadeiros.

Para que serve: Veja mais sobre os benefícios

Aqui você verá mais informações sobre cada um dos benefícios listados acima. É aqui também onde você vai confirmar que todos esses benefícios e vantagens para a saúde são verdadeiros. As informações são baseadas em fontes científicas e pesquisas renomadas. Confira nossas referências científicas no fim do artigo!

Previne o câncer

Em primeiro lugar, um estudo comprovou que o chá de carqueja possui ação antioxidante. Portanto, previne os prejuízos provocados pelos radicais livres e diminui as chances de doenças relacionadas à idade, como o câncer, por exemplo (2).

O efeito antioxidante de alimentos é importante para proteger as células de alguns vilões conhecidos. Os radicais livres são substâncias que entram em nosso organismo através da alimentação e provocam a oxidação das células, o que pode provocar câncer.

Em especial, estudos realizados na América do Sul mostraram que esta planta contribui muito em caso de leucemia e câncer de próstata (4, 6). A pesquisa observou interações promissoras com o DNA de células tumorais, o que pode acelerar e facilitar o tratamento oncológico.

Além disso, o mesmo estudo confirma que o efeito antioxidante da carqueja é de suma importância para evitar danos celulares provocados por estresse. Como se não bastasse, a medicina também comprova que as propriedades da planta servem para evitar neurodegeneração.

Sendo assim, o consumo do chá de carqueja também é indicado para prevenir casos de doenças cerebrais e cognitivas, como Alzheimer e Mal de Parkinson.

Faz bem para o estômago e digestão

Outro benefício da carqueja comprovado pela ciência é que esta é uma planta com propriedades digestivas (3, 4). Além de proteger o estômago e facilitar a digestão, as propriedades da carqueja ajudam no tratamento de úlcera aguda e crônica.

Este benefício acontece graças ao etanol e ácido acético presentes na composição nutricional da carqueja. Por isso, se você quer um chá que faz bem para o sistema digestivo, já sabe que pode apostar na carqueja. Espero que o chá de boldo não fique com ciúmes!

Combate infecções

Quando o assunto é infecção, alguns estudos recentes mostraram que a carqueja possui um potencial bem satisfatório em alguns casos. Pesquisas laboratoriais comprovam que essa planta inibe a ação de agentes infecciosos que causam Esquistossomose e Doença de Chagas, por exemplo (4).

Apesar do seu efeito bastante pontual nesses tipos de infecção, acredita-se que a carqueja possa ser de ajuda em inúmeros tipos e casos de infecção. Contudo, as pesquisas que buscam comprovar esse fenômeno ainda estão sendo realizada.

Quem sabe, no futuro próximo, a carqueja possa assumir o cargo de carro-chefe quando o assunto é tratar infecções!

É diurético

A ciência também já confirmou que o chá de carqueja possui alto efeito diurético (4). Dessa forma, o consumo regular desta bebida natural faz com que o fluxo urinário aumente.

Como já falamos antes, esse benefício é a chave para o poder emagrecedor do chá de carqueja, mas não é só para emagrecer que essa ação serve. Isto beneficia o funcionamento dos rins, combate a retenção de líquido e faz bem para o sistema urinário em geral.

Consumir alimentos com efeito diurético é muito importante para dar qualidade a urina e manter os rins (e o sistema urinário em geral) mais saudáveis e higienizados. Por outro lado, combater a retenção de líquido também pode ser o segredo para perder medidas na região dos flancos e abdômen.

Ajuda a diminuir a pressão arterial

É comprovado também o benefício para aqueles que sofrem com pressão alta. Para isso, o chá de carqueja ajuda a diminuir a pressão arterial (4). Os flavonoides, que também são responsável pelo efeito diurético da planta, são substâncias que promovem a hipotensão.

Contudo, para obter esse benefício, é importante consultar um médico. Uma vez que o paciente já faça tratamento, o uso do chá de carqueja pode fazer a pressão cair demais, o que também causa problemas.

Protege o fígado

Várias fontes científicas apontam a carqueja como um planta com propriedades hepatoprotetoras (4, 5). Ou seja, estamos falando de substâncias capazes de proteger e melhorar o funcionamento do fígado.

Como todo mundo sabe, o fígado é um importante órgão do sistema digestivo e metabólico. É muito importante cuidar da saúde deste órgão, uma vez que ele se esforça muito para trabalhar no processamento de tudo que ingerimos.

Combate dores

Alguns estudos científicos também comprovaram que a carqueja possui efeito analgésico (6, 7). Dessa forma, o chá produzido com as folhas dessa planta é capaz de aliviar dores de forma geral. Por exemplo, dores de cabeça e dores nas costas.

Vale ressaltar, contudo, que estamos falando de efeito analgésico e não anestésico. Não é como se o chá fosse fazer a dor desaparecer imediatamente. Esse benefício é recomendado para pacientes que sofrem com dores constantes. Tomar o chá uma única vez pode não fazer muito efeito.

Ajuda a reduzir o nível de glicose

O chá de carqueja também é indicado para diabéticos. Isso porque a medicina comprovou que esta é uma planta com substâncias antidiabéticas, capazes de melhorar a produção de insulina e diminuir os níveis glicêmicos dos pacientes desta doença (5, 6).

É importante, contudo, que o paciente se consulte com um médico antes de começar o tratamento com a carqueja. A planta pode potencializar o efeito dos remédios usados, o que pode resultar em uma baixa glicêmica grave.

Elimina micro-organismos nocivos

Por fim, mas não menos importante, o chá de carqueja é capaz de eliminar bactérias, fungos e micro-organismos que fazem mal ao corpo humano (8). Todo esse benefício é comprovado em estudos médicos que afirmam que as propriedades da carqueja são os grandes vilões dos pequenos seres que nos prejudicam de dentro para fora.

Ramos de carqueja

As partes utilizadas na produção de chás são as folhas (Foto: Reprodução | UFRGS/ Rosângela G. Rolim)

Cuidados e contraindicações

Como acontece com toda bebida e alimento, o exagero é inimigo da saúde. Não exagere no consumo do chá de carqueja, pois isso pode acabar fazendo mal ao organismo.

O chá de carqueja é contraindicado para gestantes e lactantes, pois pode alterar as taxas da mulher, o que pode prejudicar a gravidez e a produção do leite materno.

Também não é indicado que pessoas com pressão baixa façam uso regular deste chá. Como falamos acima, a carqueja tem componentes hipotensores. Isso pode fazer com que a pressão baixe muito, o que pode colocar o paciente em risco.

O chá é contraindicado para crianças menores de 6 anos.

Referências científicas

Veja abaixo as referências científicas usadas na produção deste artigo. O Chá Benefícios é um site comprometido com informações verdadeiras, conteúdo relevante e, claro, com a sua saúde. Fique sempre bem informado(a) em nossos sites!

  1. FIGUEIREDO, Alan Peloso; PEREIRA, Ricardo de Souza. Estudo dos efeitos de cápsulas de carqueja (Baccharis trimera (LESS) D.C.) sobre o metabolismo lipídico de pacientes em processo de emagrecimento. 2011. Disponível em <https://periodicos.uniformg.edu.br:21011/ojs/index.php/conexaociencia/article/view/69>. Acesso em 18/12/2018.
  2. FA, Paiva; et. al. Carqueja (Baccharis trimera) Protects against Oxidative Stress and β-Amyloid-Induced Toxicity in Caenorhabditis elegans. 2015. Disponível em <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26236426>. Acesso em 18/12/2018.
  3. FA, Dos Reis Lívero; et. al. Hydroethanolic extract of Baccharis trimera promotes gastroprotection and healing of acute and chronic gastric ulcers induced by ethanol and acetic acid. 2016. Disponível em <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27314669>. Acesso em 18/12/2018.
  4. FLORIEN. Carqueja. 2016. Disponível em <http://florien.com.br/wp-content/uploads/2016/06/CARQUEJA.pdf>. Acesso em 18/12/2018.
  5. FACHINETTO, J.M.; TEDESCO, S.B. Atividade antiproliferativa e mutagênica dos extratos aquosos de Baccharis trimera (Less.) A. P. de Candolle e Baccharis articulata (Lam.) Pers. (Asteraceae) sobre o sistema teste de Allium cepa. 2009. Disponível em <http://www.sbpmed.org.br/download/issn_09_4/art_02_360_367.pdf>. Acesso em 18/12/2018.
  6. KARAM, T.K.; DALPOSSO, L.M.; CASA, D.M.; DE FREITAS, G.B.L. Carqueja (Baccharis trimera): utilização terapêutica e biossíntese. 2011. Disponível em <http://www.scielo.br/pdf/rbpm/v15n2/17.pdf>. Acesso em 18/12/2018.
  7. GENÉ, Rosa M. et. al. Anti-Inflammatory and Analgesic Activity of Baccharis trimera: Identification of its Active Constituents. 1995. Disponível em <https://s3.amazonaws.com/academia.edu.documents/42746593/1996_Gene_et_al_Planta_Med_62_p232-235_-_Baccharis_trimra_.pdf?AWSAccessKeyId=AKIAIWOWYYGZ2Y53UL3A&Expires=1545190957&Signature=bSwvLKh%2BGfZHelEhAgqqWeRN3IQ%3D&response-content-disposition=inline%3B%20filename%3DAnti-Inflammatory_and_Analgesic_Activity.pdf>. Acesso em 18/12/2018.
  8. RABELO, Ana Carolina Silveira; COSTA, Daniela Caldeira. A review of biological and pharmacological activities of Baccharis trimera. 2018. Disponível em <https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0009279718305337>. Acesso em 18/12/2018.

Sobre o autor

24 anos, é jornalista e produtor de conteúdo especializado. Atua com produção jornalística há 4 anos. Vencedor do prêmio de empreendedorismo digital “Academic Winner 2017”, promovido pela DeVry University na Califórnia, Estados Unidos. Tem no currículo trabalhos em emissoras de televisão, jornal impresso, revistas e internet. É pernambucano e tem como hobbies escrever, jogar videogames, cinema e estudos sociais.