Escrito por em 15/03/2017 (atualização: 30/03/2017)

Cientificamente chamada de Cetraria islandica, o musgo da Islândia é uma planta da família das Parmeliaceae, usada na medicina alternativa como um aperiente, expectorante e tônico natural. A erva, que também é conhecida por líquen da Islândia, cetraria e Iceland moss, ainda possui uma forte ação antibiótica, emoliente e ajuda a aumentar a secreção do leite.

Desde a antiguidade, a planta é usada como um tratamento natural para quem sofre de doenças como o câncer ou diversos problemas respiratórios.

O uso do musgo da Islândia é indicado para quem sofre de catarro, problemas pulmonares crônicos, tuberculose avançada, disenteria, distúrbios digestivos, furúnculos, secreções vaginais e impetigo.

Acabe com a tosse: chá de musgo da Islândia trata problemas respiratórios

Foto: depositphotos

Mas o principal uso da planta é para quem deseja tratar inflamações das vias respiratórias e acalmar as membranas mucosas do peito, aliviar a tosse e combater o catarro.

Chá de musgo da Islândia

Amasse a folha da planta e submeta-a em água fervente. Depois que o líquido atingir a temperatura adequada, desligue o fogo e abafe o recipiente por alguns minutos. Você pode adoçar a bebida como desejar.

Contra indicação

Apesar de ser um produto natural, o uso excessivo da bebida pode causar indigestão e enjoos. Também pode acontecer irritação estomacal. Mulheres que estão em processo de amamentação e consomem bastante a planta podem acabar deixando o leite materno com o sabor mais amargo.